xmlns:fb="http://www.facebook.com/2008/fbml" xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> BLOG DO CRATO | O Crato na Internet desde 2005
.

VÍDEO - Prédio do CRAS do Alto da Penha completamente deteriorado - FATOS EM FOCO O Programa FATOS em FOCO apresenta reportagem sobre o estado em que se encontra o prédio do CRAS do bairro Alto da Penha, em Crato, que teve que ser realocado para uma residência no Bairro Pinto Madeira provisoriamente. No programa, além das imagens estarrecedoras, entrevistas com o vereador Bebeto Anastácio e a secretária da Ação Social, Elizângela Rodrigues.



Comunidade Cratense - Clique em Curtir e Adicione a sua Foto !

22 julho 2014

Nostalgia do poder - Por: Emerson Monteiro

Assisti, certa vez, a entrevista feita por Flávio Cavalcanti com uma senhora que fora responsável pela cozinha do Palácio da Alvorada ao tempo do presidente João Goulart, onde o jornalista solicitou que narrasse alguma lembrança que lhe marcara o período, e que merecesse contar. Sem maiores esforços, a entrevistada reviveu ocasião em que perguntara ao Presidente se era bom ser Presidente do Brasil. Jango então respondeu que sim, nalguns momentos, sim; mas que também havia aspectos ruins naquela função, acrescentando: - É que nem sempre se sabe, entre as pessoas que nos rodeiam, quem é inimigo, quem é amigo. E temos que seguir de qualquer jeito a nos relacionar com todos e em todas as circunstâncias.

Assim funciona o famigerado poder humano. Pessoas a desempenhar papéis necessários de comandar os grupamentos, quais partes dos sistemas inevitáveis, o que exige continuidade, porém há que topar o limite das paixões das criaturas, e, não raras vezes, utilizam as posições que desempenham a interesse particular. Lutam, por isso, com as fraquezas, próprias e de terceiros. Cruzam a perecividade dos acontecimentos, quando nada é definitivo, sujeitos às intempéries da fama e do destaque, arrastados, tantas horas, pelos cordões dos interesseiros e sagazes da corte dos bajuladores, amantes da lisonja. Desde que o mundo existe, acontecem tais dramas e comédias.

O risco representa, no entanto, a ilusão da permanência impossível ente a sombra fugidia e a debilidade da raça, o que só entulha de fascínio de pobres mortais entregues às orgias palacianas.

Esse lado estreito da personalidade exige atenção, antes, durante e depois dos turnos eleitorais. Ninguém é eterno. A forma ideal de encarar a tentação do poder significaria agir com desprendimento, conservando o lado forte das grandezas do conhecimento. Erguer olhos a dimensões maiores de sentidos perenes. No que ensina de Jesus de Nazaré: De que vale ao homem ganhar este mundo e perder a Eternidade.

Ainda mais que vender a consciência representa cair de bruços sobre os males dessa síndrome que ronda os poderosos, ao modo clássico da espada de Dâmocles, dos gregos, a balançar ameaçadora, prendida só por um fio, no alto da cabeça dos reis.

21 julho 2014

Ouvi de Lysâneas - Por: Emerson Monteiro

No ano de 1975, em Salvador, ainda no regime de exceção, assisti inflamada palestra do então deputado federal Lysâneas Maciel, numa cruzada que empreendeu por vários estados para denunciar o clima de repressão que constrangia o povo brasileiro. Sabia-se mesmo sujeito à cassação de que seria vítima logo no ano seguinte, atingindo também outro corajoso parlamentar, o cearense Alencar Furtado.

De verbo fluente, destemido, sensibilizou com profundidade todos os presentes no auditório superlotado, a interpretar de forma contundente o momento de transição que enfrentávamos sob o clima rígido da força totalitária no comando das instituições políticas nacionais.

Dentre os recursos adotados na ocasião, bem aos moldes da melhor oratória evangélica, pastor que era, Lysâneas narrou episódio verificado com um pastor protestante, na Alemanha durante o regime nazista.

Zelava reverente pela sua comunidade religiosa, quando ocorreram as primeiras detenções do período negro que antecedeu a Segunda Guerra Mundial, a prenderem primeiro os líderes comunistas. Ele pensou consigo: - Não sou comunista, portanto nada tenho com isso. E omitiu-se de reagir em face da violência cruel encetada contra seres humanos.

Os senhores da ditadura de Hitler seguiram na escalada dolorosa de terror, vindo deter também os socialistas, motivando no religioso idêntico comportamento de descompromisso. Por não ser socialista, indiferente permaneceu, aceitando as manobras policiais da Gestapo.

Depois, seriam levados os homossexuais, as prostitutas, os ciganos e outras minorias perseguidas. O raciocínio se repetia, de ficar quieto diante de tudo o que observava, sem, no mínimo, falar ou demonstrar qualquer atitude contrária, perante as pessoas de sua comunidade.

Mais adiante, também prenderiam os judeus, os católicos, enquanto nada alterava das relações com as forças do poder, pois achava fora do enquadramento nos grupos perseguidos. Nem de longe avaliava possuir qualquer responsabilidade pelas vítimas das arbitrariedades.

Até que, dias depois, bateram na porta da sua igreja para levá-lo preso, e nessa hora ninguém havia que mobilizasse forças em seu auxílio e levantasse a voz pela sua liberdade, pelos seus direitos, sua cidadania democrática.

Eis, assim, exemplo de ocasiões quando os nossos rostos vêm à mostra, por conta dessa atitude sincera e verdadeira de Dom Edmilson Cruz, oportuna e atualizada, de um valor inestimável, para que não nos acomodemos aos vícios da política desvirtuada, como não sendo conosco a crua responsabilidade que a todos compete todo tempo. Admiro, pois, a coerência de pessoas deste tipo.

Economia Brasileira em queda - Previsão para crescimento da economia em 2014 cai pela oitava semana seguida


Analistas de instituições financeiras reduziram pela oitava semana seguida a estimativa para o crescimento da economia neste ano. A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, caiu para 0,97%. Na semana passada, a previsão era 1,05%. Para 2015, a estimativa segue em 1,50%.

A estimativa para a expansão da produção industrial, este ano, também piorou, ao passar de retração de 0,9% para 1,15%. Para 2015, a estimativa foi ajustada de 1,8% para 1,7%, em 2015. A previsão para o superávit comercial (saldo de exportações menos importações) foi ajustada de US$ 2,01 bilhões para US$ 2 bilhões, este ano, e de US$ 9,4 bilhões para US$ 9,8 bilhões, em 2015. A estimativa para o saldo negativo em transações correntes (registros de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior) foi ajustada de US$ 80,75 bilhões para US$ 81,5 bilhões, em 2014, e de US$ 75 bilhões para US$ 74,1 bilhões, este ano. A projeção para a cotação do dólar passou de R$ 2,39 para R$ 2,35, em 2014, e segue em R$ 2,50, no próximo ano. A expectativa das instituições financeiras para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) segue em US$ 60 bilhões neste ano, e em US$ 55 bilhões, em 2015.

A projeção das instituições financeiras para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi ajustada de 34,8% para 34,85% neste ano, e segue em 35%, em 2015.

Agência Brasil


Holanda deverá liderar investigação sobre queda de avião na Ucrânia


O primeiro-ministro ucraniano, Arseniy Iatseniuk, disse hoje (21) que a Holanda deve liderar a investigação sobre a queda do avião da Malaysia Airlines, na última quinta-feira (17), no Leste da Ucrânia.

"A Holanda, como país que mais sofreu, deve coordenar a investigação internacional", disse o premiê sobre a aeronave abatida por um míssil. Os investigadores forenses holandeses, já nas cidades de Kharkiv e Donetsk, vão conduzir a partir desta segunda-feira as operações de identificação das vítimas. Na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, o ministro dos Negócios Estrangeiros holandês, Frans Timmermans, vai procurar o apoio da comunidade internacional para conseguir repatriar, o mais rapidamente possível, as 193 vítimas holandesas da catástrofe aérea. Timmermans indicou que a Holanda quer garantir apoio a uma investigação internacional completa e independente para que se possa determinar exatamente o que aconteceu e responsabilizar os culpados.

O chefe da diplomacia holandesa acrescentou ter entrado em contato com os chanceleres norte-americano e britânico, John Kerry e Philipi Hammond, que manifestaram total apoio ao governo holandês. O Conselho de Segurança da ONU reúne-se hoje para debater uma resolução, proposta pela Austrália e apoiada pela França, que exige que os separatistas pró-russos no Leste da Ucrânia garantam acesso livre e seguro ao local da queda para os investigadores internacionais. A proposta da Austrália, país que perdeu o maior número de cidadãos (28) no acidente depois da Holanda, condena o ataque contra o avião malaio e exige que os responsáveis sejam julgados.

O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, disse que vai receber "muito mal" um eventual veto da Rússia a uma resolução da ONU para aceder ao local onde caiu o voo MH17, que fazia a ligação entre a capital da Holanda,  Amsterdã, e da Malásia, e Kuala Lumpur. Abbott indicou que os apoios à resolução estão aumentando e considerou que "a decência e a justiça requerem que essa resolução seja aprovada por aclamação".

A Rússia é um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU com direito a veto. Violentos combates opõem as forças separatistas e ucranianas próximo à zona do acidente, aparentemente causado por um míssil antiaéreo disparado pelos rebeldes pró-russos, segundo informações dos Estados Unidos. Nenhum cessar-fogo foi decretado depois do acidente. As equipes de resgate encontraram 251 corpos das 298 vítimas do desastre, segundo o Ministério das Situações de Emergência da Ucrânia. Os socorristas enviados para o local do acidente recolheram ainda 66 partes de corpos entre os escombros do avião que caiu na cidade de Grabovo, mas cujos destroços estão espalhados por uma grande área.

Os corpos estão atualmente em um comboio refrigerado, em Torez, uma zona sob controle de separatistas pró-russos no Leste ucraniano, indicou o porta-voz do primeiro-ministro da autoproclamada República Popular de Donetsk, Alexandre Borodai.

* Com informações da Agência Lusa ( Via Agência Brasil )



Estudante é morto e outro ferido após briga na Expocrato



Um jovem foi morto e outro ferido na madrugada do último domingo (20) após se envolverem em uma confusão no parque de exposições da Expocrato. Os estudantes Euardo Vieira David e Luesley Alencar Santos voltavam da festa quando foram alvejados a tiros no bairro Seminário, no Crato.

Segundo a equipe que atendeu à ocorrência, as vítimas seguiam em uma motocicleta, por volta de 5h, quando ocupantes de uma Hilux prata atiraram contra os jovens. Luesley, que dirigia o veículo, foi atingido na altura da nádega. Já Eduardo recebeu três tiros, sendo na perna esquerda e um na altura da virilha. A Polícia Militar socorreu as vítimas ao Hospital São Francisco, porém o garupeiro não resistiu aos ferimentos e morreu.

Foto meramente ilustrativa: Haoni Caiena




As fotos do dia: 5 mil fiéis recebem imagem da Padroeira de Crato e da Diocese, em Juazeiro do Norte

Foi no último sábado. Mais uma carreata saiu de Crato conduzindo a imagem histórica de Nossa Senhora da Penha, dentro da programação comemorativa do centenário de criação da Diocese de Crato. Desta  vez o destino era a cidade de Juazeiro do Norte. Foi a maior de todas as recepções. 5 mil pessoas ovacionaram a imagem da Virgem da Penha, na Praça dos Romeiros, em frente à Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores.

                                    
Fotos:Patrícia Silva                                                                                                      

Camilo Santana faz caminhada pelo bairro Moura Brasil


Depois de deixar Juazeiro do Norte no início deste domingo (20), onde participou  da missa de 80 anos da morte de Padre Cícero, o candidato a governador Camilo Santana, da Coligação "Para o Ceará continuar mudando", já está em Fortaleza, onde participou com  cerca de quatro mil habitantes de caminhada pelas ruas do bairro Moura Brasil. Izolda Cela, candidata a  vice, e Mauro Filho para senador também estiveram na caminhada. Os candidatos foram recebidos pelo moradores com bandeiras, adesivos e batucada.

Acompanhados do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e do prefeito de Sobral, Veveu Arruda; Camillo, Izolda e Mauro Filho falaram com o povo, apertando as mãos, abraçando, entrando em suas casas e apresentando as propostas de Governo.

Segundo Camilo, é importante esse contato, esse corpo a corpo com a população. O candidato defende a ideia de olhar no olho, para que os eleitores conheçam de verdade os seus candidatos. “O meu papel aqui é caminhar, conversar com as pessoas, abraçar e apresentar as propostas que eu tenho para o Ceará”, argumentou o candidato, durante entrevista coletiva, na comunidade.

Assessoria de imprensa do candidato Camilo Santana
Agendas podem ser enviadas ao Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe através do e-mail:  blogdocrato@hotmail.com


POR QUE PADRE CICERO FOI EXCOMUNGADO?


Há mais de cem anos a Igreja Católica Apostólica Romana excomungou o Padre Cícero Romão Batista, todavia, ultimamente já chega a celebrar missas em honra de sua memória, nas quais lhe dá "vivas" em abundância, muito embora nunca tenha sinalizado com uma data certa, onde um perdão oficial por parte dessa Entidade seria adicionado a sua trajetória de bom cristão. Durante longo período, no Brasil e por todo mundo católico, beatos e santos foram surgindo, no entanto, um ato de amor e perdão por parte da Igreja, e no tocante ao Padre Cícero, jamais foi cogitado, o que suscita as indagações: Onde andará esse amor pregado pela Igreja? E o apregoado perdão, onde reside? O Imperador Romano Flávio Valério Constantino (São Constantino) foi "guindado" a santo pela Igreja, apesar de ter mandado matar um filho, a esposa, dois meios irmãos, três sobrinhos e o sogro, enquanto o Padre Cícero não se enquadra em nenhum ato de violência. Muito pelo contrário foi conselheiro da massa, dos miseráveis, Prefeito, Deputado Federal e Vice-governador do Estado do Ceará. Foi também eleito o cearense do século, homenageado com a terceira maior estátua de concreto do mundo, e, além do filho mais ilustre de Juazeiro do Norte, a segunda maior cidade do Ceará, seu nome, literalmente é responsável por uma das maiores romarias do Brasil, ou a visita, exclusivamente a seu túmulo, anualmente, por 2,5 milhões de romeiros, ou pessoas de todos os extratos sociais do Nordeste, do País.

Quando a Igreja vai devolver as ordens sacerdotais do filho mais ilustre do Juazeiro, Padre Cícero Romão Batista excomungado há mais de um século? Quando também devolverá os restos mortais da beata Maria de Araújo exumados clandestinamente por monsenhor José Alves de Lima visando o seu "descanso" em local conhecido e de acordo com a tradição cristã?

O entendimento do pretenso milagre do Juazeiro é uma questão meramente de fé (assim como falou Pio XII sobre a existência de Jesus, num Congresso sobre História, em 1955), pois os fatos "miraculosos" envolvendo sangue, como San Genaro, em Nápoles, e outros mais na Europa, além de polêmicos não são unanimidade quanto à procedência sobrenatural. Se você é juazeirense, nordestino, simpatizante da causa da reabilitação do sacerdote, romeiro residente ou não na Cidade, admirador ou não do Padre Cícero, mas, uma pessoa inimiga de injustiças tem plena condição de atuar na reversão do quadro (devolução in memoriam das ordens sacerdotais) mostrando a Igreja que faz parte daqueles que não veem com bons olhos esse comportamento cínico (celebra missas, e dá "vivas" ao Padre Cícero, no entanto, se nega a dar-lhe o perdão) e oportunista da Entidade. Junte-se a mim nessa "cruzada" e quando formos milhares, milhões a gente marca a data desses eventos, pois nada nesse mundo pode ir contra a vontade do povo unido e ciente do que quer, e nem mesmo a Igreja. O Vaticano sabe disso pode crer!

"Não seria justo e honesto trocar-se tanta missa e "vivas" em homenagem ao Padre Cícero por um pouco de amor e perdão através da Igreja e traduzidos na devolução de suas ordens sacerdotais"? "O "perdão informal" é ganhar tempo, não tem valor"! "A Igreja pode até não querer, mas, os devotos e admiradores do Padre Cícero exigem dela a devolução de suas ordens sacerdotais, plenamente confiantes de que a 'voz do povo é a voz de deus', ou essa Entidade ignora ou não sabe disso"?

O perdão do Padre Cícero só depende de você! Use uma camisa, porte um cartaz ou uma faixa exigindo esse perdão que a Igreja cede. Faça circular um manifesto igual a este, na próxima semana, no próximo mês que a Igreja muda de atitude!

Durante quase um século, os fiéis, devotos e admiradores do Padre Cícero rezaram benditos, jaculatórias e nada conseguiram. E chegado o momento dos "manifestos, das passeatas", do contrário vamos morrer sem constatar a mínima mudança! Afinal, que significam amor e perdão para a Igreja? Esperar mais cem anos? Já basta de Comissão de Estudos que a nada leva. Se a Igreja a não muda, mude você!

Assim como eu tome a iniciativa e reproduza esse manifesto, ou crie outro, no entanto, junte-se a mim e quando formos milhões a Igreja acorda, desce do muro!

NOTA: Não vai ser completamente estranho pra esse Autor, se pessoas que se dizem devotos, admiradores do Padre Cícero, mas, que nunca tiveram qualquer tipo de iniciativa para com o problema, ou de se exigir formalmente uma solução da Igreja sobre o assunto entenderem que o mesmo procura se promover. Pensem o que quiserem, mas, seu objetivo está ligado ao combate à injustiça tomando por base uma declaração de Martin Luther King: "Para criar inimigos não é necessário declarar guerra a eles, basta somente que você diga o que pensa". AMÉM!

José Pereira Gondim é um cidadão que abomina oportunismo e injustiças, autor das trilogias (livros): A Forja do Cinismo e Jesus e o Cristianismo, onde esse e outros temas conflitantes são tratados com responsabilidade, mas, sem eufemismos. Como não se trata de denúncia anônima o documento é assinado, pois a Igreja poderá optar em excomungá-lo, processá-lo, ou mesmo torná-lo "persona non grata" por se manifestar diferentemente da maioria.

Por: José Pereira Gondim - Blog do juaonline


6 mortes e 29 acidentes são registrados nas rodovias do Ceará nas últimas 24h




Foi registrado um total de 29 acidentes, com 6 mortes e 34 feridos nas rodovias estaduais e federais do Ceará, segundo balanço da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e Federal (PRF).

Duas das mortes contabilizadas ocorreram na CE-060. No km 58, município de Redenção, uma queda de moto vitimou a passageira, Geovânia Viana Monteiro, 26 anos, por volta das 14h do último domingo (20). O condutor e marido da mulher, Francisco Alexandre de Sousa Ferreira, foi socorrido e sobreviveu, mas ela morreu na hora.

No km 8, em Maracanaú, um capotamento de um reboque ocasionou a morte de Jandi Ribeiro do Nascimento, 29 anos, por volta das 20h30 do último domingo. Ele se encontrava em cima do veículo que vinha sendo puxado no momento do acidente. Em Tauá, o condutor de uma van da marca Iveco morreu ao perder o controle do veículo e acabou morrendo. O tombamento que vitimou Natananel Ribeiro da Silva, 52 anos, ocorreu por volta das 7h30 do último domingo na CE-363, km 95.

Na BR-222, ocorreram 3 acidentes que deixaram mortos: em Itapajé, no km 120, em Umirim, km 89 e em Tianguá, km 314.

Via DN Online

PT ligado à ex-prefeita Luizianne Lins “esconde” nome de Camilo de sua propaganda


Na fachada do PT Fortaleza, quase não se vê o nome Camilo.

Após Luizianne Lins (PT) dizer que não subirá no palanque de Camilo Santana (PT) no Ceará, aliados da ex-prefeita no PT agora “escondem” indicação do correligionário em suas campanhas. Nos comitês e panfletos das candidaturas do deputado federal Eudes Xavier à reeleição e de Elmano de Freitas a deputado estadual, menção a Camilo é discreta, sem direito a fotografia do petista.

Em ambas as peças, os candidatos aparecem ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT) e do ex-presidente Lula (PT). Candidatura de Camilo ao cargo mais importante do Ceará fica restrita a pequeno texto, praticamente imperceptível no material divulgado pela internet. O candidato a senador pela coligação, Mauro Filho (Pros), não é citado.

O ato de “esconder” o candidato petista se encaixa no discurso adotado pela ex-prefeita, que concorre à deputada federal. Logo no primeiro dia da campanha, em 6 de julho, Luizianne disse que não apoiaria Camilo Santana ao governo do Estado. A exceção, segundo ela, pode acontecer caso a presidente Dilma Rousseff venha a Fortaleza.

O POVO Online





20 julho 2014

“Fazemos caminhada em busca de um Brasil ético e eficiente”, disse Aécio Neves em Crato

O candidato à Presidência pela coligação “Muda Brasil”, Aécio Neves, esteve no fim de semana  na cidade de Crato, no Ceará, onde visitou a feira Expocrato e conversou com a população. Ele foi acompanhado pelo candidato ao Senado, Tasso Jereissati (PSDB), e pelo candidato ao governo estadual, Eunício Oliveira (PMDB). Leia abaixo os principais trechos da entrevista.
Sobre viagem ao Ceará.
“Quero dizer, em primeiro lugar, da alegria de estar chegando ao Crato hoje, principalmente, sendo recebido aqui por alguma das principais lideranças políticas do Ceará, a começar pelo meu companheiro, amigo, irmão e futuro senador Tasso Jeireissati.  Muito importante poder ver o Tasso novamente se dispondo a emprestar a sua experiência e o seu talento ao Brasil. O nosso prefeito Raimundão, o meu deputado Raimundo Gomes de Matos, aqui sendo recebido também pelo meu colega de Senado Federal, o Senador Eunício. E num momento em que a caminhada efetivamente se inicia. Uma caminhada em busca de um Brasil ético, de um Brasil eficiente e de um Brasil mais generoso para uma das regiões que mais precisam da ação do Estado”
Sobre a parceria Aécio e Tasso e a região do Cariri.
"Não tenho dúvida que Tasso Jereissati, onde estiver, será sempre uma referência de honradez, de seriedade e, sobretudo, de competência.  Conheci muito dessa região do Cariri pelo Tasso. É dos amigos e aliados mais próximos que tenho, não apenas no campo político, mas no campo pessoal. O que posso garantir a vocês é que Tasso Jereissati será uma referência para o Cariri, para todo o Ceará e para todo o Nordeste. A sua eleição é uma imposição do bom senso e, principalmente, daqueles que querem políticas definitivas de longo prazo, que permitam a essa região encontrar condições dela própria crescer e se desenvolver, obviamente, sempre com o apoio do governo federal".
Sobre o candidato Eunício Oliveira.
"O senador Eunício, por quem tenho enorme respeito, o seu partido hoje tem uma aliança nacional que nós temos que respeitar. O que quero dizer pra vocês, de forma muito clara, que para mim é uma honra poder estar aqui hoje, chegando ao Ceará no primeiro ato público da nossa campanha, sendo recebido pelo Senador Eunício. Desejo a ele boa sorte. E o PSDB tem com ele uma aliança. E, se ele vencer as eleições, pode ter certeza que, eu como presidente da República, farei com ele uma extraordinária parceira em favor do Ceará e de todo Nordeste".
                                                                                                                                         

Aécio inicia périplo pelo Nordeste e diz que 'PT está à beira de ataque de nervos'

Site da revista Veja
Laryssa Borges, do Crato (CE)


Candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves em visita a Expocrato
Desconhecido por 18% dos eleitores nordestinos, Aécio Neves  realizou neste sábado ato público de campanha na microrregião do Cariri, no Ceará, participou de uma carreata entre Juazeiro do Norte e Crato. Nesta última cidade ele visitou a feira agropecuária ExpoCrato, a maior do Estado. Na feira, estava ao lado de Jereissati, ex-governador e principal alvo de atenção do público local. Boa parte dos presentes questionava quem era o político que acompanhava Tasso. Alguns o confundiram com Eunício Oliveira.
Neste domingo, Aécio Neves participou de missa campal, em Juazeiro do Norte,  em homenagem aos 80 anos da morte de Padre Cícero, foi à estátua do líder católico e visitou um hospital na cidade de Barbalha, seguindo depois para São Paulo onde cumpre agenda.
 Aécio Neves na estátua do Padre Cícero
Faltando um mês para o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, o candidato do PSDB à Presidência da República Aécio Neves disse neste sábado que a rejeição do eleitor ao governo da presidente Dilma Rousseff abre espaço para que o PT atue com “terrorismo eleitoral” e o acuse de querer acabar com programas de assistência social, como o Bolsa Família. Para o tucano, a constatação, medida pelo Instituto Datafolha, de que 35% do eleitorado não votariam na petista “de jeito nenhum” coloca o PT “à beira de um ataque de nervos”.
“Quanto às ameaças e esse terrorismo eleitoral, isso é uma prática costumeira dos nossos adversários e do PT, que está assustado hoje com o que está vendo, com a rejeição das pessoas às suas propostas. Diria hoje que o PT é um partido à beira de um ataque de nervos”, afirmou Aécio após desembarcar na cidade cearense de Juazeiro do Norte, onde foi recebido pelos candidatos ao Senado Tasso Jereissati (PSDB) e ao governo estadual Eunício Oliveira (PMDB).
                                                                                                                                         

A botija de Fideralina - Por: Emerson Monteiro

Quem lá viveu ou conheceu de perto o sítio Tatu, no município de Lavras da Mangabeira, sertão cearense, pode falar a propósito de dona Fideralina e de uma botija que teria deixado enterrada nas cercanias da casa grande da sua propriedade. Em face disso, muitos consideram mal-assombrada a fazenda, sede secular do clã dos Augustos. Há histórias de aparições e outros fenômenos instigantes, qual se espectros desejassem comunicar algo desde o mundo invisível, a querer informar onde estivessem depositados  haveres em ouro da velha senhora. 

As informações reservadas que a família detém dão conta de que apenas três pessoas testemunharam a hora de enterrar a fortuna. O vaqueiro Lourenço, a ex-escrava Tomázia e a própria Fideralina.

Segundo reza a tradição oral, as duas mulheres que escolheram o local em que, elas mesmas, cavaram o buraco, dentro, ou nas proximidades, da casa. E numa noite, convidaram o vaqueiro; vendaram-lhe os olhos e cuidaram de girá-lo muitas vezes, enquanto repetiam as palavras: Faz roda, Lourenço. Faz roda, Lourenço. Faz roda, Lourenço.

Ao imaginá-lo tonto, lhe puseram na cabeça pesado tacho feito de cobre, desses de fazer doce e queijo no sertão, recheando-o de pratarias e libras esterlinas. Puxaram o homem pelo braço até o lugar onde arriaram a carga, depositando-a no solo escavado; em seguida tudo cobrindo de terra.

Nessa noite, se conta, caiu chuva forte, impedindo quaisquer possíveis identificações posteriores por parte das pessoas, inclusive do próprio vaqueiro, o qual, após o desaparecimento das duas outras personagens (o que não demorou muito a ocorrer) pôs-se a comentar o assunto com moradores do sítio. Dizia que, naquela noite, a caminho do ponto em que poriam o tacho, e nesse trajeto, ouvira batida de duas cancelas que cruzavam, sem precisar, no entanto, a situação em que haviam largado o tesouro.

No ano de 1919, Fideralina sucumbiu à febre denominada baliarina, pandemia que assolou o mundo depois da Primeira Grande Guerra, a tantos vitimando nos sete continentes. Tomázia seguiu logo depois, deixando viúvo seu Antônio Pretinho, que ainda viveria tempo mais, responsável por filhos, netos e bisnetos de numerosa prole, fiel contador dessas histórias.  

Passados alguns anos, o vaqueiro alucinou de todo, se afastando por completo do convívio social. Nos seus delírios, repetia vezes sem conta as palavras que escutara na noite em que transportou os haveres da matriarca:

- Faz roda, Lourenço. Faz roda, Lourenço. Faz roda, Lourenço - ocorrência testemunhada pelas pessoas que, nessa época, o conheceram. 

Muitas tentativas se promoveram na intenção de achar esse rico  depósito, contudo até hoje não existe notícia de alguém dele lançar mão, persistindo intacta a lenda de quase um século.    

5 mil pessoas recepcionaram a imagem da Padroeira de Crato em Juazeiro do Norte

Texto e fotos de Patrícia Silva(*)
Entrada triunfal da imagem de Nossa Senhora da Penha, na Praça do Romeiro
No dia 19 de julho aconteceu a peregrinação com a imagem de Nossa Senhora da Penha, padroeira da Diocese de Crato, saindo da Catedral Nossa Senhora da Penha, em Crato- CE, a forania II, em Juazeiro do Norte- CE. O momento celebrativo, que está dentro da programação do centenário da Diocese, contou com a participação de 5 mil fiéis em missa presidida, às 19h, na Basílica Nossa Senhora das Dores, por Dom Fernando Panico e concelebrada por padres da região.
A imagem da padroeira diocesana foi doada no ano 1745 por frades capuchinhos do Convento da Penha, da cidade de Recife, a Missão do Miranda, atual cidade do Crato e sede da diocese e pela primeira vez sai do altar da Catedral para visitar as regiões forâneas.
A peregrinação traz como proposta deixar a diocese cada vez mais próxima do povo, fato que vem animando a fé dos fiéis. Segundo o advogado o Antônio Macêdo, 47, o que está acontecendo é um marco na história da Diocese. Ele considera que a visita da imagem fortalece a fé dos fiéis por deixa- los mais próximos da padroeira diocesana e considera necessário devido favorecer o ardor missionário dos fiéis.
Celebração da missa presidida por Dom Fernando Panico e concelebrada pelos padres da Forania, na peregrinação da imagem de Nossa Senhora da Penha, em Juazeiro do Norte-CE. (Foto: Patrícia Silva)
A Diocese de Crato foi fundada em 20 de outubro de 1914, pelo Papa Bento XV, através da bula papal Catholicae Ecclesiae, e até hoje tem uma grande contribuição para o crescimento espiritual do povo. Para a professora Francisca da Silva, 47, cem anos de história é o suficiente para se avaliar a maturidade da fé, do compromisso que os cristãos católicos da Diocese têm para com o projeto de Deus. “Celebrar 100 anos é para avaliar, dar uma olhada pelo retrovisor da história e observar o que foi positivo, mas também perceber aquilo que precisa melhorar e mudar para que a mensagem do evangelho continue cada vez mais acessível ao povo. A Diocese de Crato está de parabéns pela caminhada tão significativa na evangelização que vem fazendo em nosso meio”, afirmou.
A professora ainda disse que a peregrinação com a imagem de Nossa Senhora da Penha as foranias proporciona que os fiéis sintam, de forma mais intensa, Maria no meio deles. “Para nós que fazemos a forania II, e acolhemos essa imagem hoje em nosso meio, nos faz sentir Maria, que não está apenas no altar, mas Maria que se faz uma com as outras Marias, uma com os outros Josés. É uma experiência de se colocar realmente em peregrinação, romaria. Já que a nossa Diocese tem como projeto viver na pratica do dia-a-dia a experiência de ser romeira e missionária, então temos que colocar Maria no meio do povo, assim como foi a sua prática na época da formação do próprio filho Jesus” disse.
Altar, em frente à Basílica Menor de N.Sra.da Dores,com bispo e padres celebrantes
O vigário Forâneo, Pe. Francisco Luiz dos Santos, disse que todos da forania II estão muito felizes pela visita da padroeira diocesana e acredita que a presença dela faz com que o povo sinta o jubileu, pelo centenário da Diocese, acontecendo em seu meio.
Dom Fernando falou da importância de Maria no projeto de Deus para a salvação do mundo, recordou a importância histórica da imagem de Nossa Senhora da Penha, agradeceu a presença dos romeiros que já estavam neste dia para participarem da celebração dos 80 anos de falecimento do Pe. Cícero, que acontecerá no dia seguinte, e expressou a alegria de estar vivenciando o ano jubilar com muita festa de fé e demonstração de amor a igreja, através do anúncio do evangelho de Cristo. “Maria é a mãe de Deus, é a mãe do Filho encarnado de Deus, Jesus Cristo. Nela resplandece toda a beleza da glória do Pai. Ao longo desses 100 anos de caminhada da Diocese de Crato, Maria significou um baluarte seguro em nossa experiência, de um povo que avança no meio de alegrias e tristezas, de vitórias e derrotas, desafios e conquistas. Ser o povo de Deus significa ser romeiro e peregrino e aqui em Juazeiro, na terra do Pe. Cícero, aprendemos que temos que ser um povo que caminhada, com Jesus a nossa frente”, afirmou.
Representantes de todas as paróquia da Forania II, após receberem as réplicas da imagem de Nossa Senhora da Penha. (Foto: Patrícia Silva)
Ao final da celebração cada uma das quatorze paróquias da Forania II receberam uma réplica da imagem da padroeira diocesana que deverá peregrinar por todas as comunidades paroquias. Dom Fernando também concedeu a indulgência plenária aos fiéis, de acordo com a autorização que recebeu do Vaticano para as comemorações do centenário de criação da Diocese de Crato.
Essa foi a terceira peregrinação com a imagem da padroeira as foranias. Ela já aconteceu na Forania V, em Campos Sales, no dia 14 de junho, e na Forania IV, em Várzea Alegre, no dia 21 de junho. Segundo o secretário geral da Comissão para o Jubileu, Pe. Weslley Barros, a Forania II, como as demais, respondeu muito bem a proposta da Diocese com esta peregrinação e agora a expectativa é de que as programações continuem sendo momentos enriquecedores da fé do povo nesta Diocese centenária.
(*) Patrícia Silva, jornalista e Assessora de Imprensa da Diocese de Crato

A cura da Aids poderia estar a bordo daquele avião", diz consultor sobre a doença


O avião da Malaysia Airlines que caiu na Ucrânia na última quinta-feira (17) levava 298 pessoas. Uma das vítimas foi o holandês Joep Lange, de 60 anos, reconhecido como um dosmaiores especialistas sobre a Aids no mundo. Lange fazia parte de um grupo com cerca de 100 ativistas que estavam a caminho da Conferência Internacional sobre a Aids, que estava marcada para ter início neste domingo (20), em Melbourne, na Austrália. 

O especialista, que atua há 30 anos em busca da cura da doença, foi presidente da Sociedade Internacional de Aids (IAS), entre 2002 e 2004, e atualmente atuava como professor de medicina na Universidade de Amsterdã e diretor do Instituto de Amsterdã para a Saúde Global e o Desenvolvimento.  Em entrevista ao jornal australiano "The Age", o consutor sobre a doença, Trevor Stratton, disse que "a cura da Aids poderia estar a bordo daquele avião. Simplesmente não sabemos". O atual presidente da IAS, Chris Beyrer, demonstrou "tristeza sincera" com a morte dos pesquisadores e afirmou, acerca da morte de Lange, que "o movimento de HIV/AIDS realmente perdeu um gigante".

O pesquisador ficou mundialmente conhecido por defender a diminuição dos custos do tratamento para os mais pobres, contribuindo no desenvolvimento de terapias combinadas a preços acessíveis, e em meios de prevenir a transmissão do vírus da mãe para o bebê.

UOL


Aécio Neves faz caminhada na Expocrato ao lado de Tasso, Samuel Araripe e Raimundão



Cenas poucas vezes vistas. O presidenciável Aécio Neves cumprindo agenda no Crato, obteve uma recepção muito calorosa por parte dos frequentadores da Expocrato neste sábado, sendo abraçado, cumprimentado, além de pessoas que paravam para tirar fotos com o candidato. A chegada no Aeroporto Regional do Cariri foi cercada pela imprensa, que disputava centímetros para uma melhor cobertura.

Uma caminhada de pouco mais de 60 minutos foi suficiente para que Aécio Neves, candidato do PSDB, à Presidência da República pudesse ter a noção de que sua candidatura recebe boa aceitação dos cearenses. Aécio que veio a primeira vez ao Ceará depois de ser lançado como candidato deixou a Expocrato satisfeito. Para ele, o desejo de mudança está no semblante das pessoas. "Nessas andanças é que sentimos o carinho da população e voz do povo pedido mudança. Creio que somos a melhor opção para que isso ocorra", disse.

Na caminhada ao lado de Tasso Jereissati, candidato a senador pelo Coligação PMDB-PSDB-PR, e do prefeito Raimundo Macedo (PMDB0, além de pré-candidatos da coligação, Aécio Neves foi abraçado e cumprimentado pelo frequentadores da Expocrato. Neste domingo, Aécio, Tasso, Roberto Pessoa e Raimundão participam da missa de 80 anos pela morte de Padre Cícero, no Largo do Socorro, em Juazeiro do Norte. Depois, o grupo segue para a Colina do Horto, onde está localizada a estátua de Padre Cícero.

Com informações do Jornalista Flávio Pinto


Na pesquisa Istoé/Sensus Dilma cai de 32,2% para 31,6% e aponta segundo turno



Pesquisa IstoÉ/Sensus divulgada nesta sexta-feira mostra ligeiro recuo nas intenções de voto entre os principais candidatos a presidente da República. Assim como na pesquisa do Datafolha divulgada na quinta-feira, em uma hipótese de segundo turno, a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) estariam em empate técnico.

Na consulta estimulada (quando o entrevistador apresenta os nomes dos postulantes), Dilma estaria com 31,6% dos votos; na pesquisa anterior - realizada entre os dias 26 de maio e 4 de junho -, a presidente tinha 32,2% das intenções de voto. Aécio aparece neste levantamento com 21,1%, de 21,5% na pesquisa anterior. O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) oscilou também para baixo, de 7,5% para 7,2% entre os dois levantamentos. As variações foram dentro da margem de erro da pesquisa, de 2,2% para mais ou para menos. Os entrevistados que responderam que votariam em branco ou nulo, que não quiseram responder ou que disseram que não votariam em nenhum candidato somaram 34,4%, uma alta ante os 28,8% da pesquisa anterior.

Segundo turno

Em um provável segundo turno, a candidata do PT teria 36,3% dos votos contra 36,2% do tucano - tecnicamente empatados. Na pesquisa do Datafolha, a presidente estaria com 44%, ante 40% de Aécio - igualmente uma situação de empate, uma vez que a margem de erro da pesquisa do Datafolha é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A distância entre eles diminuiu 5 pontos, já que na pesquisa anterior Dilma teria 37,8% dos votos e Aécio, 32,7%. Indecisos, nulos, em branco ou que não responderam somam 27,6% (de 29,6% antes).

Se o embate no segundo turno fosse com Campos, Dilma teria 38,7% e o socialista, 30,9%. No levantamento anterior, a petista teria 37,5% e o pernambucano, 26,9%. Ou seja, a distância entre eles também diminuiu, mas menos: de 10,6 para 7,8 pontos. Indecisos, nulos, em branco ou que não responderam totalizam 30,4%, ante 35,6%.

Avaliação do governo

A avaliação positiva do governo Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, caiu, segundo pesquisa IstoÉ/Sensus divulgada nesta sexta-feira. À questão "Como vê a administração federal", 32,4% dos entrevistados responderam "positivo"; na pesquisa anterior, realizada entre os dias 26 de maio e 4 de junho, o índice era de 34,2%.

Cresceu o percentual dos que consideram seu governo "regular": o índice subiu de 29,1% para 36,4% entre os dois levantamentos. Avaliaram como "negativo" 28,5% dos consultados nesta pesquisa, de 34,6% da anterior. Não souberam ou não responderam 2,8% dos entrevistados, de 2,2% no mês passado.

O levantamento traz também os índices de rejeição dos três principais candidatos - mas não apresenta os dados de pesquisas anteriores para se conferir a variação. Nesta consulta, a presidente Dilma é rejeitada por 42,4% dos entrevistados; Aécio por 25,3% e Campos, por 25,2%.

Com relação à atuação da presidenta, 40,9% aprovam seu desempenho à frente do governo e 50,9% desaprovam; outros 8,3% não sabem ou não responderam. Essa questão também não apresenta dados de levantamentos anteriores, assim como os índices de conhecimento dos candidatos: Dilma é conhecida por 96,8% dos consultados; Aécio por 76,4% e Campos, por 59%.

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea - quando o entrevistador não apresenta os nomes dos candidatos -, Dilma foi citada por 21% dos eleitores consultados; no levantamento anterior, fora por 22,5%. Aécio caiu de 12,9% para 9,8%; o ex-presidente Lula (PT) foi mencionado agora por 3,5% (antes, 13,3% o citaram). Eduardo Campos tinha sido lembrado por 5,1% e, agora, foi por 3,2%. O percentual de quem respondeu que votaria em branco, nulo, que não sabe ou não respondeu subiu de 39,1% para 58,7%.

A pesquisa foi realizada nos dias 12 a 15 de julho, com 2.000 eleitores, em 136 cidades de 24 Estados, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2%, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%. Foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR - 00214/2014.

UOL


19 julho 2014

A crônica do domingo (por Armando Lopes Rafael)

A psicologia coletiva do cratense 
     Uma cidade não se resume a mera aglomeração de indivíduos. Uma cidade, ou melhor, qualquer sociedade, se constitui numa comunidade de comunidades, pois dotada do espírito de coletividade e certa unidade social. É o que se poderia denominar de “psicologia coletiva”.
     O Crato são muitos! poderíamos afirmar, parodiando Carlos Drummond de Andrade.
     E no entanto, existem vínculos coletivos nesta Mui Nobre e Heráldica Cidade de Frei Carlos Maria de Ferrara que unificam; Que obtém alto percentual de consenso; Que se integram ao imaginário popular e à memória coletiva desta urbe.
    Isto posto, poderíamos afirmar que na psicologia coletiva cratense há um lugar de destaque para a ufania, para um bairrismo – às vezes exagerado – por esta cidade aristocraticamente crismada por Princesa do Cariri.
   Tudo que acontece de perda ou prejuízo para esta cidade é culpa “dos políticos”. Fica esta impressão: o habitante de Crato desconhece os limites de um deputado. Este apenas legisla, não tem poder de executar obras. Mas, triste de quem se eleger deputado com votos do Crato, pois o povo atribui ao legislador poderes maiores do que os do  presidente da república.
   Ser cratense é ser religioso e devoto da Virgem Maria! Deu para perceber isso, recentemente, na coroação e inauguração do monumento de Nossa Senhora de Fátima. Uma sensação de orgulho, de vaidade mesmo, percorreu – naqueles dias – todas as camadas sociais desta terra. Já perceberam que o habitante desta cidade finge respeito por quem se autoproclama ateu? Pura falsidade! No íntimo, passa a desconfiar do descrente. E pelas costas do coitado (Ah! a velha falsidade!) quando alguém fala do ímpio, o interlocutor dá a clássica rabissaca seguida da frase: “Fulano? Tenho lá minhas dúvidas. Não deve ser boa bisca”.
   Agora o que o cratense gosta mesmo é das atividades culturais. Está no sangue desta gente. Tem participante de anônimo jogral dos anos 60 que hoje se ufana: “Fui uma das vítimas da ditadura! Uma vez fomos recitar nossas poesias no grêmio do ginásio e agentes do Dops e SNI baixaram na hora. Felizmente fugimos pegando o rumo do Rabo da Gata, até sair no Cafundó e escapamos”...
    Uma verdade: o cratense é super-hospitaleiro. Quando chega, por estas bandas,  gente de fora, o visitante vira logo celebridade. Nos primeiros dias o adventício é lisonjeado de todas as maneiras. Passado algum tempo cai na rotina. Perde o status, a ponto de quando um amigo encontra outro vai avisando: “Evite passar na Siqueira Campos que o “beócio do fulano” está lá, julgando-se o Rei da Cocada Preta. Vôte!”
     Afora isso, o cratense é uma homem cordial, solidário, gosta de um bom papo, de contar a última piada, de frequentar a ExpoCrato... O jornalista Antônio Vicelmo cunhou até esta expressão: Ser cratense é um estado de espírito.
       São muitas as características que plasmaram a psicologia do cratense. Ainda voltaremos ao assunto.
Missa do Divino Pai Eterno, celebrada no Mirandão, em Crato,  para cerca de 50 mil pessoas. O evento foi televisionado para todo o Brasil

(*)Armando Lopes Rafael, historiador.

Terceira peregrinação da imagem histórica de Nossa Senhora da Penha acontece neste sábado

(Postado por Armando Lopes Rafael)

Desta vez o destino é a vizinha cidade de Juazeiro do Norte. Saindo da Praça da Sé, às 17:00h, a carreata conduzindo a imagem de Nossa Senhora da Penha – Rainha e Padroeira do Crato e da diocese, será recebida por milhares de fiéis na Praça do Romeiro, localizada em frente à Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores.
Naquele local será celebrada missa campal, presidida por Dom Fernando Panico e concelebrada por mais de 30 padres. Na ocasião serão entregues 14 réplicas da imagem histórica da padroeira do Crato e da diocese, as quais passarão a ser veneradas em cada igreja-matriz das 14 paróquias que formam a Região Forânea 2, que compreende os municípios de Juazeiro do Norte, Barbalha e Caririaçu.
A peregrinação de hoje faz parte do calendário de comemoração pelo centenário de criação da Diocese de Crato. Uma quarta peregrinação acontecerá no próximo sábado, dia 26, tendo como destino a cidade de Missão Velha, que sediará o encontro da Região Forânea 3.
As fotos abaixo, feitas por Patrícia Silva,  mostram a última peregrinação e a entrega das réplicas da imagem da Virgem da Penha, acontecida na cidade de Várzea Alegre em 20 de junho passado. 
Foram confeccionadas 60 réplicas da imagem da Padroeira de Crato, em fibra de vidro,  que serão veneradas nas 55 paróquias da diocese e  nas capelas das 03 Regiões Pastorais  existentes na cidade de Crato (Distritos de SantaFé, Dom Quintino e bairro Alto da Penha)
                    

Conheça a bonita história da imagem histórica de Nossa Senhora da Penha
Foto: Jackson Bantim
Antes de ser venerada por quase dois séculos como Rainha e Padroeira de Crato – entre 1745 e 1939 – a imagem histórica de Nossa Senhora da Penha foi alvo de veneração pela população de Recife (PE) durante 104 anos, pois havia chegado à capital pernambucana em 1641, num fato que descreverei logo abaixo.
Mons. Rubens Gondim Lóssio escreveu importante trabalho, publicado em 1961 pela revista “Itaytera”, órgão do Instituto Cultural do Cariri. Daquele artigo transcrevo os tópicos abaixo:
Sobre o aspecto da imagem histórica
“Esculpida em madeira, medindo 0,88m de altura, colocada sobre uma penha de 0,14m (figurando uma rocha) tudo talhado num mesmo tronco, a Virgem da Penha se apresenta segurando o Menino-Jesus no braço esquerdo e empunhando na destra um cetro. Sua fisionomia é serena e séria, o que lhe dá um porte majestoso e tranquilo, de cativante simpatia. Esta imagem não se constitui somente numa valorosa relíquia, é também uma autêntica obra de arte”. (Rubens Gondim Lóssio. Artigo “Nossa Senhora da Penha de França, Padroeira do Crato” Revista “Itaytera”, ano VI, nº VI, órgão do Instituto Cultural do Cariri. Tipografia A Ação, Crato, 1961).
A história desta imagem
“A versão geral acerca dessa prodigiosa imagem é que ela foi trazida para Pernambuco por cinco missionários capuchinhos, que se dirigiam para a Guiné e foram, no litoral africano, em 1641, atacados e presos pelos corsários holandeses calvinistas que infestavam aquelas águas. Os missionários foram mui maltratados pelos corsários e, por fim, entregues aos holandeses que dominavam Pernambuco. Esta tradição geral, que bem desposa a história dos novos missionários, apresados nos galeões espanhóis, quando rumavam para a Guiné, explica-se facilmente porque os missionários puderam conservar consigo o precioso tesouro, que intentavam levar às tribos africanas, qual estrela de salvação, e ao invés veio para terras pernambucanas. Os corsários holandeses apresavam (tudo) para levar à sede do Brasil Holandês, em Pernambuco. O interesse exigia-lhes que respeitassem a presa, ainda que não condissesse com suas crenças religiosas”.
“A preciosa imagem de Nossa Senhora da Penha, que fora respeitada pelos próprios hereges, tornou-se a santa de preferência do povo pernambucano, que lhe ergueu um majestoso templo. O culto da mesma Senhora fez com que se obliterasse o título da Capela que a acolheu em 1641, a qual estava dedicada ao Divino Espírito Santo, e que passou a chamar-se “capela” e depois “igreja da Penha”. A pequena imagem dos franceses foi substituída, em 1745, por Frei Carlos de Spezia pela atual imagem que hoje pontifica na Basílica Menor da Penha de Recife. A nova imagem foi feita em Gênova, modelada pela antiga”. (…).
 A doação da imagem ao povo de Crato 
Monsenhor Rubens Gondim Lóssio cita em seu trabalho um artigo da Revista Dom Vital (nº de agosto/setembro de 1955) sob o título “Resumo Histórico”, onde consta às páginas 7/8:
“Em 1733, o Prefeito da Missão (dos Capuchinhos de Recife), Frei Boaventura de Pontremoli, ampliou a antiga capela, resolvendo seu sucessor, Frei Carlos José de Spezia, em 1745, substituir a vetusta imagem dos franceses por uma nova estátua, feita em Gênova pelo escultor Maragnone que a modelou artisticamente sobre a primitiva, e esta, logo depois, foi enviada para a Missão do Miranda no Crato”. (grifo meu).
“ Ora, esta substituição, como ficou demonstrada acima, deu-se com a remessa da imagem de Nossa Senhora da Penha para a Missão do Miranda, núcleo originário da atual cidade de Crato”.  
 (Postado por Armando Lopes Rafael)

V Palco Sonoro Urca: muito rock’n’roll esta noite



Considerando o seu marco inicial de maior impacto, o primeiro grande sucesso de Elvis Presley, “That's All Right", lançado em 7 de julho de 1954, o rock’n’roll acabou de completar 60 anos.  Mas, antes de ficar velho, o ritmo vem se renovando a cada década, mostrando que além de ser contagiante é eternamente mutante. Portanto, uma das mais eficientes fontes de juventude.
No tocante ao rock no Cariri, pode-se afirmar que já existe aqui uma tradição roqueira e a cada dia surgem mais projetos musicais que cultuam este que é mais do que um ritmo - é uma postura de vida.
Prova disso vem sendo dado nesta edição do Palco Sonoro, quando o rock foi bem representado por bandas como Nuverse, Calazans Callou e General Band, Algarobas, Geração Ypisilone e Blues Cream; esta última mais voltada para o blues, mas com forte pitada roqueira.
Por ser, assim, tão forte e representativo na região, o Palco Sonoro decidiu dedicar uma noite de celebração do rock.
E esta noite é hoje, quando ocorrerá as performances do progressivo Águas em Marte, do rock saudosista de Dudé Casado e do cover do Chico Science & Nação Zumbi, Tiro Certeiro.
Ouvidos atentos, mentes acesas e muita alegria.
Aumenta que isso aí é rock’n’roll.

Conheça um pouco a história de cada uma das bandas que fecharão o V Palco Sonoro Urca.

ÁGUAS EM MARTE – Banda de rock instrumental e progressivo, Águas em Marte estreou em junho de 2013 no evento Hipercinese, que ocorreu em Juazeiro do Norte. Em seguida a banda foi selecionada para tocar no Palco Sonoro da URCA, na Expocrato de 2013, quando apresentou o show “Dissipar, Entorpecer e Flutuar”.  Esse evento multicultural reafirmou a aceitação da banda e da música instrumental contemporânea na região. De lá para cá, Águas em Marte vem se apresentando em vários espaços e eventos da região e fora dela, como no Casarão Boteco, em Crato; no I Festival Rua dos Inventos da Chapada Diamantina, em Rio de Contas, Bahia; no evento “Vem, Vai ter Música” e no 16º Encontro de Músicos da Ong Beatos, ambos em Crato. Mais recentemente, participou do festival Rock Cordel, promovido pelo Centro Cultural BNB Cariri, em Juazeiro do Norte. Não obstante, a banda passou por uma experiência pioneira que foi a de compor e executar ao vivo a trilha sonora para um espetáculo teatral, “A Serva”, da Companhia de Teatro Livre Mente, que estreou em março deste ano em  Juazeiro do Norte.
Águas em Marte vem, assim, se firmando no cenário alternativo com afinco, difundindo a nova cena musical instrumental produzida na região.

DUDÉ CASADO - Desde o final do século passado que Dudé faz vibrar as cordas de sua guitarra nos palcos do Brasil e do Mundo. Nesse tempo tocava e compunha na banda caririense Dr. Raiz, onde já antecipava as nuances de seu trabalho solo, recém-lançado no final de 2013. Com forte influência dos grandes guitarristas do rock mundial, mais uma dose certeira do regionalismo cearense, o primeiro disco solo de Dudé – intitulado “À Esquerda De Quem Vem” surge com músicas poderosas, tanto no instrumental quanto nas letras e melodias.
A arte de Dudé mescla perfeitamente a agressividade do rock’n roll setentista com a delicadeza das melodias e a criatividade dos grandes poetas. Em suas músicas, Dudé consegue assumir ludicamente várias identidades, e transformar as histórias de sua poesia em canções concisas e vibrantes.
 “À Esquerda De Quem Vem” foi todo gravado em São Paulo, e contou com a produção de Pedro Penna, da excelente banda instrumental ‘Os 3 Cruzeiros’, que inclusive acompanha o artista em suas apresentações pelo sudeste. É uma bela experiência ver um show de Dudé Casado, tanto pela visceralidade de sua música quanto pela beleza de suas letras e melodias e seu carisma no palco.

TIRO CERTEIRO - O Tiro Certeiro é formado por ex-integrantes do grupo Dr. Raiz, que resolveram se reunir para fazer um tributo a banda Chico Science & Nação Zumbi. Com o intuito de relembrar umas das fases mais criativas do cenário musical brasileiro dos anos 90, quando bandas e artistas da cidade de Recife, Pernambuco, resolveram misturar elementos da cultura folclórica regional como o maracatu, côco e embolada, mesclando-os com alguns ritmos da cultura pop mundial como o rock, reggae, funk e hip-hop. Surgiu, então, à ideia de formar um grupo que pudesse reproduzir a estética e a sonoridade de uma das mais expressivas bandas desse movimento, bem como ao seu maior expoente, Chico Science.
O tributo à banda Chico Science & Nação Zumbi, aparece como um lampejo de memória, ainda não adormecido, de um dos mais significativos movimentos de contracultura da contemporaneidade. O Movimento Maguebit, que por sua vez, recuperou uma tendência estético-musical surpreendente, que se aproximava do tropicalismo, expressão musical da década de 60, que também marcou a história da musica brasileira. É a partir dessa inegável contribuição que o grupo Tiro Certeiro, se apropria do legado deixado pelos mangueboys pernambucanos e presta essa homenagem à banda Chico Science & Nação Zumbi.

Edições Anteriores:

Julho ( 2014 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31