xmlns:fb="http://www.facebook.com/2008/fbml" xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> BLOG DO CRATO | O Crato na Internet desde 2005
.

VÍDEO - COLETIVA DE IMPRENSA COMPLETA - Ministério Público e Polícias fazem megaoperação na Prefeitura do Crato www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense - Clique em Curtir e Adicione a sua Foto !

29 junho 2015

Nordeste apresentou maiores índices de violência contra jovens no Brasil

 

O Mapa da Violência mostra que 93% das vítimas são homens


genocidiodenegros
Dados do Mapa da Violência, divulgados nesta segunda-feira (29), mostram que os homicídios representam quase metade das causas de morte entre jovens de 16 e 17 anos. O estudo do sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz revela que 46% dos jovens mortos  nessa faixa de idade foram assassinados. Em 2013, foram 3.749, de um total de 8.153. A projeção é que 3.816 jovens sejam mortos neste ano.

O Mapa da Violência mostra que 93% das vítimas são homens. Outros perfis que se destacam são de escolaridade e cor. Homens negros morrem três vezes mais que homens brancos, e as vítimas com baixa escolaridade também são maioria. Além disso, a arma de fogo foi usada em 81,9% dos homicídios de adolescentes de 16 anos e em 84,1% dos homicídios na faixa de 17 anos.

De acordo com o estudo, a Região Nordeste apresentou os maiores índices de violência. São 73,3 jovens mortos a cada 100 mil. A média do Centro-Oeste também é alta, de 65,3, comparada à média nacional, de 54,1, em 2013. Há ligeira mudança de perfil quando se fala nos estados mais violentos para jovens de 16 e 17 anos.

“Alagoas, Espírito Santo e Ceará lideram o ranking de mortalidade de pessoas de 16 e 17 anos. Em contrapartida, as menores taxas são encontradas no Tocantins, em Santa Catarina e São Paulo. Ainda assim, são consideradas elevadas, pois ultrapassam o patamar epidêmico de 10 homicídios por 100 mil”, descreve o Mapa da Violência.

O estudo de Waiselfisz mostra ainda que em um universo de 85 países, o Brasil ocupa a terceira posição em relação à taxa de homicídios de jovens entre 15 e 19 anos. São 54,9 mortes a cada 100 mil. O segundo colocado, El Salvador, apresenta taxa ligeiramente maior, com 55,8. Já o México, primeiro colocado, tem taxa de 95,6 mortes por 100 mil.

“A taxa brasileira é 275 vezes maior do que a de países como Áustria, Japão, Reino Unido ou Bélgica, que apresentam índices de 0,2 homicídios por 100 mil. Ou 183 vezes maior que as taxas da Coreia do Sul, da Alemanha ou do Egito”, aponta a pesquisa, que pode ser acessada no endereço http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2015/mapaViolencia2015_adolescentes....

Agência Brasil

Bendine anuncia Plano de Negócios e Gestão da Petrobras até 2019

PETROBRAS/ESPIONAGEM

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, disse hoje (29) que o cadastro de fornecedores da empresa está sendo revisto desde que foi criada, em novembro do ano passado, a Diretoria de Governança, Risco e Conformidade, após as denúncias de desvio de recursos da companhia. Ele preferiu não fazer referências específicas a qualquer empresa, denunciada ou não, na Operação Lava Jato.

“Não vou me ater a empresa x, y ou z; se ela está denunciada ou não na Operação Lava Jato. A gente quer dar um tratamento diante deste novo modelo de decisão de projetos daqui por diante, que está lastreado numa política de governança e compliance [conformidade] totalmente diferente. O que a gente vai buscar é uma revisão de todo esse cadastro, em primeiro lugar; em segundo lugar, vamos buscar medidas protetivas de maior robustez na relação com os novos fornecedores; e em terceiro, aplicar as regras de compliance e risco em cima de todos os fornecedores, para que a gente tenha maior segurança na execução de nossos projetos”, revelou em entrevista, na sede da empresa, no Rio de Janeiro.

A Petrobras anunciou hoje o Plano de Negócios e Gestão (PNG) para o período 2015-2019, que determina redução de 37% (US$ 90,3 bilhões) nos investimentos, em relação à previsão anterior para o período de 2014 a 2018. O investimento total do novo PNG será de US$ 130,3 bilhões. Na avaliação do presidente, o novo plano é robusto e está de acordo com a realidade atual do mercado internacional.

“O que a gente está fazendo é adequar a Petrobras à nova realidade que se impõe neste momento, no mercado de óleo e gás. Isso, atrelado também a uma mudança de filosofia. Principalmente, na questão de geração de rentabilidade da empresa”, explicou.

Segundo Bendine, o plano anterior foi preparado em um cenário de bom equilíbrio da taxa de câmbio e com alto valor do barril do petróleo, que era equivalente a US$ 120, situação diferente da atual. “A realidade que se impõe hoje para a empresa, 18 meses depois do plano anterior, é que não temos um mercado em que a gente possa fazer uma expansão [de produção] a qualquer custo, endividando ainda mais a empresa. Temos que trazer a empresa para dentro de uma realidade a que o mercado internacional hoje se impõe, e acreditando nos indicadores que colocamos no Plano de Negócios [e Gestão]. Esse valor de US$ 60 a US$ 70 o barril é muito bom em termos de rentabilidade para a empresa, mas não são US$ 120”, esclareceu.

O PNG 2015-2019 definiu ainda a redução na expectativa de produção de óleo e gás no Brasil – de 4,2 milhões de barris/dia, no plano anterior, para 2,8 milhões de barris. Na avaliação do presidente, isso não significa que a Petrobras está abrindo mão de competir no mercado internacional. “Essa é a realidade que a gente acredita. Ela é desafiadora ainda, mas foi feita muito com o pé no chão, e a gente acredita que vamos ter plena condição de cumpri-la, sempre buscando não só cumprir, mas buscar condição de gerar valor e rentabilidade para o acionista”, assegurou.

Bendine disse as projeções feitas pela Petrobras, no cenário favorável de planos anteriores, acabaram gerando uma dívida em dólares extremamente elevada, e a companhia se colocou em situação de desconforto. Ele acrescentou que as correções postas no momento, diante da nova realidade, vão permitir que a empresa supere as dificuldades. “A gente entende que pode colocar a companhia em uma nova situação, e isso tem acontecido. A prova é a credibilidade que investidores estrangeiros e nacionais têm dado à companhia. A gente vai buscar, com muito empenho, cumprir este Plano de Negócios [e Gestão] para que a companhia volte a gerar bastante valor e rentabilidade aos investidores”, apontou.

Agência Brasil

Dilma é homenageada por Obama com jantar na Casa Branca

dilma-e-obama

A presidenta Dilma Rousseff jantou hoje (29), na Casa Branca, com o presidente norte-americano, Barack Obama, como parte da agenda da visita que ela faz aos Estados Unidos. O jantar foi o segundo encontro do dia entre os presidentes e foi fechado para a imprensa.

À tarde, assim que a presidenta chegou à Washington, Dilma e Obama visitaram o Memorial de Martin Luther King Jr. A Casa Branca informou, por meio da assessoria de imprensa, que eles conversaram sobre a trajetória de luta do líder negro norte-americano.

A convite de Obama, Dilma Rousseff vai dormir na Blair House, residência oficial do governo dos Estados Unidos para hóspedes. Ela fica ao lado da Casa Branca.

Amanhã (30), Dilma e Obama têm uma reunião de trabalho. Depois, a presidenta almoça no Departamento de Estado com o vice- presidente norte-americano, Joe Biden.

Editor Aécio Amado

Gislene Nogueira - Correspondente da Agência Brasil/EBC

Mapa da Violência: homicídios são quase metade das mortes de jovens

arma2

Dados do Mapa da Violência, divulgados hoje (29), mostram que os homicídios representam quase metade das causas de morte entre jovens de 16 e 17 anos. O estudo do sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz revela que 46% dos jovens mortos  nessa faixa de idade foram assassinados. Em 2013, foram 3.749, de um total de 8.153. A projeção é que 3.816 jovens sejam mortos neste ano.

O Mapa da Violência mostra que 93% das vítimas são homens. Outros perfis que se destacam são de escolaridade e cor. Homens negros morrem três vezes mais que homens brancos, e as vítimas com baixa escolaridade também são maioria. Além disso, a arma de fogo foi usada em 81,9% dos homicídios de adolescentes de 16 anos e em 84,1% dos homicídios na faixa de 17 anos.

De acordo com o estudo, a Região Nordeste apresentou os maiores índices de violência. São 73,3 jovens mortos a cada 100 mil. A média do Centro-Oeste também é alta, de 65,3, comparada à média nacional, de 54,1, em 2013. Há ligeira mudança de perfil quando se fala nos estados mais violentos para jovens de 16 e 17 anos.

“Alagoas, Espírito Santo e Ceará lideram o ranking de mortalidade de pessoas de 16 e 17 anos. Em contrapartida, as menores taxas são encontradas no Tocantins, em Santa Catarina e São Paulo. Ainda assim, são consideradas elevadas, pois ultrapassam o patamar epidêmico de 10 homicídios por 100 mil”, descreve o Mapa da Violência.

O estudo de Waiselfisz mostra ainda que em um universo de 85 países, o Brasil ocupa a terceira posição em relação à taxa de homicídios de jovens entre 15 e 19 anos. São 54,9 mortes a cada 100 mil. O segundo colocado, El Salvador, apresenta taxa ligeiramente maior, com 55,8. Já o México, primeiro colocado, tem taxa de 95,6 mortes por 100 mil.

“A taxa brasileira é 275 vezes maior do que a de países como Áustria, Japão, Reino Unido ou Bélgica, que apresentam índices de 0,2 homicídios por 100 mil. Ou 183 vezes maior que as taxas da Coreia do Sul, da Alemanha ou do Egito”, aponta a pesquisa, que pode ser acessada no endereço http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2015/mapaViolencia2015_adolescentes....

Editor Stênio Ribeiro

Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

Fies – Prazo para renovação termina nesta terça-feira

Fies-2015-02

“O prazo para a renovação dos atuais contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) termina amanhã (30). O aditamento semestral é feito pelos estudantes no portal do Fies. O programa é destinado a financiar mensalidades de cursos de graduação na educação superior em instituições privadas.

O Ministério da Educação prorrogou por duas vezes o prazo de renovação para que todos os estudantes conseguissem fazer o procedimento. Os juros para os atuais contratos são de 3,4% ao ano e o estudante começa a quitar o financiamento 18 meses após a conclusão do curso. O financiamento é concedido a matriculados em cursos superiores que tenham nota positiva nas avaliações do ministério.

Na última sexta-feira (26) os ministérios da Educação e do Planejamento anunciaram mudanças para as próximas contratações do Fies. Para os novos contratos os juros passarão dos atuais 3,4% para 6,5% e o limite de renda para contratação passará para 2,5 salários mínimos por pessoa o que equivale, em valores atuais, a R$ 1.970. Atualmente, o limite é uma renda bruta é 20 salários mínimos.

Os ministérios informaram que aumentarão também os juros que o aluno paga trimestralmente durante o curso. Atualmente, essa taxa é até R$ 50. O novo valor vai até R$ 250. O prazo de carência para pagar o financiamento que era de três vezes a duração do curso e mais 12 meses, passará para três vezes a duração do curso, sem os 12 meses.”

(Agência Brasil)

Estudantes do Campus da UFC em Quixadá criam aplicativo que localiza advogados

ifce-600x400

Estudantes  do Curso de Sistemas de Informação do Campus da UFC em Quixadá criaram, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, um aplicativo para celulares que tem a finalidade de localizar advogados por proximidade, nome ou área de atuação.

O Easy Advogados foi lançado, ainda em fase experimental, na tarde da última terça-feira (23), durante Sessão Ordinária do Conselho Consultivo OAB Jovem. O projeto começou a ser desenvolvido há um ano pelos estudantes Daniel Zanata e Luís Siqueira, do 6º semestre, e Wítalo Benício (concludente do curso), que montaram uma empresa e apresentaram a ideia do aplicativo ao presidente da OAB-CE, Valdetário Monteiro.

O aplicativo para smartphones e tablets possibilita a busca de advogados por nome, área de atuação, localização pela proximidade ou pela cidade. De acordo com Daniel Zanata, a equipe precisou se aprimorar muito para conseguir desenvolver o aplicativo e manter sigilo durante esse tempo. “Tivemos dificuldades que todo estudante tem e pedimos ajuda aos pais para poder pagar o servidor e comprar o notebook”, explica.

Os usurários das plataformas iOS e Android já podem fazer o download no site do aplicativo (www.easyadvogados.com), que também oferecerá a opção de busca de processos no portal e-SAJ e no Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE). Daniel Zanata diz que os advogados inscritos na OAB do Interior e da Capital têm a opção de ativar seu cadastro, ficando a critério de cada um. “O aplicativo vai facilitar o acesso dos clientes com o advogado, e de advogados com advogados. A ideia é que seja nacional, mas por enquanto está só no Ceará. Seria interessante para todas as regiões”, conclui.

(Site da UFC)

Ceará eleva taxa de alfabetização de crianças ao final do 2º ano

spaece

O Estado do Ceará supera os índices de desempenho de alfabetização e das disciplinas de Português e Matemática para alunos do 2º e 5º anos, respectivamente. A divulgação dos resultados do acompanhamento aconteceu no encontro do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (SPAECE), na manhã desta segunda-feira (29), no auditório do Tribunal de Contas dos Municípios, em Fortaleza, com as presenças da vice-governadora Izolda Cela e o secretário de Educação Maurício Holanda. “Tivemos avanços importantes e passos muito significativos, porém ainda temos grandes desafios. Foi feita, ao longo dos oito anos, uma grande parceria e adesão dos municípios. Cada um deles mostrou que é possível fazer e avançar em um ritmo vigoroso. Os dados do Ceará mostram que nós temos um ritmo diferenciado com relação aos outros estados do Brasil. Então, agora é ampliar ainda mais o nosso compromisso, tendo metas claras, foco e acompanhando todos os resultados que queremos alcançar”, falou a vice governadora diante dos números.

Com relação ao 2º ano do ensino fundamental, um acompanhamento do desempenho entre os anos de 2007 e 2014 demonstra que 84,6% dos estudantes encontram-se alfabetizados ao término dessa série. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%. Nesse mesmo período, a redução de percentual de alunos não alfabetizados ao final do 2º ano variou de 32,8% para 0,6%. Em 2014, a aprendizagem dos alunos do 5º ano, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, também melhorou em relação ao ano de 2008. Em Língua Portuguesa, o percentual de alunos no nível adequado subiu para 35,5%, enquanto em 2008 era de 6,8%. Já em Matemática, era de 3,6% e passou para 27,1%.

Ao todo, em 2014, 97.587 alunos do 2º ano e 115.273 do 5º ano do Ensino Fundamental de 4.192 escolas públicas participaram da avaliação. "O resultado mais gratificante é o aumento da igualdade entre os alunos. Porque a média pode melhorar com o aumento das notas dos estudantes que mais se destacaram, deixando os mais frágeis lá pra trás. Mas quando a gente consegue melhorar as notas, trazendo todos para um patamar acima, isso é muito bom", explicou o secretário Maurício Holanda. "O Ceará é certamente um farol que ilumina a educação básica em todo o país. Vocês são um exemplo de políticas públicas que tem mudado a vida de tantos estudantes", elogiou o secretário da Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios.

No próximo mês de agosto, o governador Camilo Santana irá anunciar o novo desenho e as ações do Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC) para o ciclo 2015 – 2018, que terá como referência a trajetória e os resultados conquistados ao longo dos oito anos de realização do programa.

alfabeti

PAIC

O PAIC teve sua origem pela iniciativa de alguns municípios cearenses, apoiados pela Undime, Aprece e Unicef, a partir dos resultados do Comitê Cearense pela Eliminação do Analfabetismo Escolar, instituído na Assembleia Legislativa. Foi transformado em política pública prioritária do Governo do Estado em 2007. A partir da implementação, os municípios passaram a contar com apoio técnico e financeiro para a gestão municipal, avaliação, formação de professores, aquisição de material didático e de apoio pedagógico. O programa está focado em cinco eixos fundamentais: educação infantil, gestão pedagógica da alfabetização, formação do leitor, gestão municipal de educação e avaliação externa.

Em 2011, o Governo do Estado, por meio da Seduc, expandiu as ações até 5º ano, com vistas a melhorar os resultados de aprendizagem da etapa inicial do Ensino Fundamental. Essa iniciativa é denominada Programa Aprendizagem na Idade Certa (PAIC+5) e visa oferecer aos municípios mais formação aos profissionais, apoio à gestão escolar e aos alunos com dificuldades de aprendizagem, entre outros aspectos.

O PAIC juntamente com outras experiências, contribuiu para a estruturação por parte Ministério da Educação do Pacto Nacional Alfabetização na Idade Certa (PNAIC).

SPAECE – Escalas

A escala da alfabetização (2º ano) é constituída por cinco padrões, representados pelas seguintes pontuações: até 75 pontos – não alfabetizado; de 75 a 100 – alfabetização incompleta; de 100 a 125 – intermediário, de 125 a 150 – suficiente e acima de 150 – nível desejável.

Os resultados do 5º ano, por sua vez, são identificados a partir de quatro padrões de desempenho, sendo para Língua Portuguesa: até 125 pontos – muito crítico; de 125 até 175 – crítico; de 175 até 225 – intermediário, e acima de 225 – nível adequado. Para Matemática, os padrões de desempenho dos alunos do 5º ano são expressos através dos seguintes níveis: até 150 pontos – muito crítico; de 150 até 200 – crítico; de 200 até 250 – intermediário, e acima de 250 – nível adequado.

Em 2007, ano de implantação do PAIC, a média de proficiência alcançada no 2º ano do Ensino Fundamental foi de 119,1 pontos, o que corresponde ao padrão intermediário. Em 2014, alcançou 174,3 pontos, permanecendo na proficiência desejável, conquistada desde 2013. No início do Programa, apenas 14 municípios estavam no padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2014, esse número subiu para 173.

Quanto aos resultados do 5º ano, em 2008, nenhum município cearense apresentava média no nível adequado em Língua Portuguesa e Matemática. Em 2014, o resultado do 5º ano cresceu de forma considerável, mostrando que 34 municípios cearenses já se encontram com média no nível adequado nas duas disciplinas.

Foto: Marcos Studart

 

Jacqueline Cavalcante
Assessora de Imprensa da Secretaria da Educação

Ceará eleva taxa de alfabetização de crianças ao final do 2º ano

spaece

O Estado do Ceará supera os índices de desempenho de alfabetização e das disciplinas de Português e Matemática para alunos do 2º e 5º anos, respectivamente. A divulgação dos resultados do acompanhamento aconteceu no encontro do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (SPAECE), na manhã desta segunda-feira (29), no auditório do Tribunal de Contas dos Municípios, em Fortaleza, com as presenças da vice-governadora Izolda Cela e o secretário de Educação Maurício Holanda. “Tivemos avanços importantes e passos muito significativos, porém ainda temos grandes desafios. Foi feita, ao longo dos oito anos, uma grande parceria e adesão dos municípios. Cada um deles mostrou que é possível fazer e avançar em um ritmo vigoroso. Os dados do Ceará mostram que nós temos um ritmo diferenciado com relação aos outros estados do Brasil. Então, agora é ampliar ainda mais o nosso compromisso, tendo metas claras, foco e acompanhando todos os resultados que queremos alcançar”, falou a vice governadora diante dos números.

Com relação ao 2º ano do ensino fundamental, um acompanhamento do desempenho entre os anos de 2007 e 2014 demonstra que 84,6% dos estudantes encontram-se alfabetizados ao término dessa série. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%. Nesse mesmo período, a redução de percentual de alunos não alfabetizados ao final do 2º ano variou de 32,8% para 0,6%. Em 2014, a aprendizagem dos alunos do 5º ano, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, também melhorou em relação ao ano de 2008. Em Língua Portuguesa, o percentual de alunos no nível adequado subiu para 35,5%, enquanto em 2008 era de 6,8%. Já em Matemática, era de 3,6% e passou para 27,1%.

Ao todo, em 2014, 97.587 alunos do 2º ano e 115.273 do 5º ano do Ensino Fundamental de 4.192 escolas públicas participaram da avaliação. "O resultado mais gratificante é o aumento da igualdade entre os alunos. Porque a média pode melhorar com o aumento das notas dos estudantes que mais se destacaram, deixando os mais frágeis lá pra trás. Mas quando a gente consegue melhorar as notas, trazendo todos para um patamar acima, isso é muito bom", explicou o secretário Maurício Holanda. "O Ceará é certamente um farol que ilumina a educação básica em todo o país. Vocês são um exemplo de políticas públicas que tem mudado a vida de tantos estudantes", elogiou o secretário da Educação Básica do Ministério da Educação, Manuel Palácios.

No próximo mês de agosto, o governador Camilo Santana irá anunciar o novo desenho e as ações do Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC) para o ciclo 2015 – 2018, que terá como referência a trajetória e os resultados conquistados ao longo dos oito anos de realização do programa.

alfabeti

PAIC

O PAIC teve sua origem pela iniciativa de alguns municípios cearenses, apoiados pela Undime, Aprece e Unicef, a partir dos resultados do Comitê Cearense pela Eliminação do Analfabetismo Escolar, instituído na Assembleia Legislativa. Foi transformado em política pública prioritária do Governo do Estado em 2007. A partir da implementação, os municípios passaram a contar com apoio técnico e financeiro para a gestão municipal, avaliação, formação de professores, aquisição de material didático e de apoio pedagógico. O programa está focado em cinco eixos fundamentais: educação infantil, gestão pedagógica da alfabetização, formação do leitor, gestão municipal de educação e avaliação externa.

Em 2011, o Governo do Estado, por meio da Seduc, expandiu as ações até 5º ano, com vistas a melhorar os resultados de aprendizagem da etapa inicial do Ensino Fundamental. Essa iniciativa é denominada Programa Aprendizagem na Idade Certa (PAIC+5) e visa oferecer aos municípios mais formação aos profissionais, apoio à gestão escolar e aos alunos com dificuldades de aprendizagem, entre outros aspectos.

O PAIC juntamente com outras experiências, contribuiu para a estruturação por parte Ministério da Educação do Pacto Nacional Alfabetização na Idade Certa (PNAIC).

SPAECE – Escalas

A escala da alfabetização (2º ano) é constituída por cinco padrões, representados pelas seguintes pontuações: até 75 pontos – não alfabetizado; de 75 a 100 – alfabetização incompleta; de 100 a 125 – intermediário, de 125 a 150 – suficiente e acima de 150 – nível desejável.

Os resultados do 5º ano, por sua vez, são identificados a partir de quatro padrões de desempenho, sendo para Língua Portuguesa: até 125 pontos – muito crítico; de 125 até 175 – crítico; de 175 até 225 – intermediário, e acima de 225 – nível adequado. Para Matemática, os padrões de desempenho dos alunos do 5º ano são expressos através dos seguintes níveis: até 150 pontos – muito crítico; de 150 até 200 – crítico; de 200 até 250 – intermediário, e acima de 250 – nível adequado.

Em 2007, ano de implantação do PAIC, a média de proficiência alcançada no 2º ano do Ensino Fundamental foi de 119,1 pontos, o que corresponde ao padrão intermediário. Em 2014, alcançou 174,3 pontos, permanecendo na proficiência desejável, conquistada desde 2013. No início do Programa, apenas 14 municípios estavam no padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2014, esse número subiu para 173.

Quanto aos resultados do 5º ano, em 2008, nenhum município cearense apresentava média no nível adequado em Língua Portuguesa e Matemática. Em 2014, o resultado do 5º ano cresceu de forma considerável, mostrando que 34 municípios cearenses já se encontram com média no nível adequado nas duas disciplinas.

Foto: Marcos Studart

 

Jacqueline Cavalcante
Assessora de Imprensa da Secretaria da Educação

Ciopaer 20 anos: conheça a história da força policial aérea do Ceará

 

Ciopaer20

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) completa 20 anos de existência em 2015, como a maior organização de policiamento aéreo do Norte-Nordeste, a quarta maior do país, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e a maior em termos de equipamento aeromédico. Porém, muito antes de consolidar tal posição, aeronaves já eram utilizadas para garantir a segurança dos cearenses.

RMaj MarcosAs primeiras atividades aéreas de segurança pública no Ceará datam de 1982, ano em que um helicóptero do Governo do Estado, pertencente à Companhia Energética do Ceará (Coelce), foi utilizado para o transporte das vítimas de um acidente aéreo em Pacatuba. "Foi o batismo de fogo dessa aeronave, com o então comandante Hugo da Costa Marroquim", relembra o major Marcos Costa, relações públicas da Ciopaer.

Rdentro3Em 1984, com as grandes enchentes ocorridas no interior do Estado, novamente foi utilizada a aeronave da Coelce para ajuda humanitária aos atingidos. Em 1991, com a criação do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), da Polícia Militar do Ceará, houve o primeiro treinamento de uma tropa especializada em operações helitransportadas, com o emprego de técnicas de desembarque tático por rapel. Em 1994, durante o sequestro do cardeal Dom Aloísio Lorscheider, à época arcebispo de Fortaleza, houve novo emprego do helicóptero nas buscas ao criminosos, situação em que todos foram recapturados.

Autonomia

Rciop6Em 10 de outubro de 1995, durante o lançamento da Operações Férias, uma aeronave "Esquilo" - HB 350 B (PT-HLM), de fabricação francesa, que pertencia à Coelce - foi incorporada à Polícia Militar do Ceará, sendo então criado o Grupamento de Policiamento Aéreo da Polícia Militar do Estado do Ceará (GPAER). Essa aeronave, inclusive, é utilizada até os dias de hoje.

Rciop7Durante dois anos, o GPAER ainda operava utilizando mão de obra e estrutura da Coelce. Em 1997, de maneira inédita, decolou a primeira aeronave com tripulação totalmente policial, com policiais militares efetuando a manutenção das máquinas. "Esse foi um divisor de águas, a autonomia na operação da aeronave apenas pela Polícia Militar", conta o major Marcos Costa. No mesmo ano, houve a mudança visual, quando foram adotados as cores verde e amarelo e o indicativo de chamada, mudando de "Raio" para "Águia".

Naquele ano, as ações do GPAER contribuíram para zerar o número de assaltos a banco no Ceará, além de o grupamento ter atuado em muitas missões de resgate. "Nós conseguimos atrair para nós o foco de uma equipe eficiente e um serviço que era interessante para o Estado. A partir daí houve um acréscimo no investimento", observa o major Marcos.

Em 4 de julho de 2001, com a adesão do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, foi criada a Ciopaer. Todo o material de aviação pertencente ao extinto GPAER foi incorporado à nova estrutura da Secretaria da Segurança Pública e Defesa da Cidadania (SSPDS). Além disso, foram adquiridos mais três helicópteros modelo "Esquilo" (AS 350 B2), a fim de incrementar a atividade aérea no Estado, aumentando o poder de ação do então status de Coordenadoria.

Em 2007, houve mais uma mudança significativa. A Ciopaer passou a adotar a identidade visual semelhante a das viaturas do Ronda do Quarteirão e o indicativo de chamada passou a ser "Fênix". "O nome é uma alusão ao pássaro mitológico que renasce das cinzas. A partir do processo de reconstrução iniciado em 2007, a aquisição de novas aeronaves, reestruturação do prédio, foi considerado que ressurgimos", explica o major Marcos Costa.

gráfico Ciopaer

Nomes importantes

Ao longo de todos os anos de crescimento da Ciopaer, alguns nomes foram essenciais para a coordenadoria se consolidar com o poderio atual. Dentre eles, o major Marcos Costa cita dois em especial: coronéis Marcos Damasceno de Souza e Antônio Nirvando Monteiro.

"Foi o coronel Marcos Damasceno de Souza quem comprou a ideia de fazer a aeronave voar em um grupamento da polícia, retirando da Coelce. Alguns duvidavam que ele conseguisse esse feito, mas, com o apoio do Governo do Estado, ele conseguiu que a aeronave voasse já como equipamento da polícia", disse.

Já coronel Monteiro, hoje aposentado, se destacou pela perspicácia e empreendedorismo dentro da coordenadoria. "Ele é um dos pilotos mais capacitados do planeta. Uma capacidade técnica enorme, milhares de horas de voo. Além disso foi um grande empreendedor, pois começou como subcomandante, depois assumiu o comando de um grupamento, depois saiu para outras missões e voltou em 2007. Na época, passávamos por uma situação complicada, poucos meios, aeronaves paradas, e ele conseguiu sensibilizar o governador Cid Gomes, onde conseguimos um aporte de recursos", relatou o major.

Atividades

Rdestaque dentroComo parte integrante da estrutura organizacional da SSPDS, o Esquadrão Fênix tem por finalidade racionalizar e centralizar, em um único órgão o controle, a operação e a manutenção das aeronaves de asas fixas e rotativas, empenhadas em atividade policial, monitoramento por câmeras, serviço aeromédico, de socorro público, de combate a incêndio, de busca, resgate e de defesa civil, tornando a máquina administrativa mais ágil e compatível com as necessidades e interesses da coletividade.

Runidade aeromédica 2Exemplo de integração operacional, a Ciopaer tem em seus quadros integrantes da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, os quais se desdobram para atender às mais diversas ocorrências, em todas as regiões do Estado.

Quadro

Atualmente, a Ciopaer conta com uma frota de sete aeronaves, sendo três AS50 "Esquilo", três EC 145 e um EC 135. Todas elas realizam as variadas missões confiadas à coordenadoria.

Runidade aeromédicaSão 105 servidores, sendo 71 policiais militares, 14 policiais civis e 20 bombeiros militares, entre pilotos, tripulantes e profissionais de apoio em solo. Além deles, 22 servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), sendo 10 médicos e 12 enfermeiros, trabalham de maneira integrada com as missões da Ciopaer.

Fotos: Marcos Studart e Queiroz Neto
Confira a galeria de imagens no Facebook do Governo do Estado

29.06.2015

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

Instituto Centec oferece 1.220 vagas em cursos básicos no Ceará

centecjn

O Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) está com inscrições abertas para 67 cursos de Formação Inicial e Continuada do mês de julho em 28 municípios do Ceará. No total, são disponibilizadas 1.220 vagas e as capacitações são oferecidas por meio da Rede de Centros Vocacionais Tecnológicos (CVT) do Centec.

Atendendo as especificidades dos municípios em que são ofertados, os cursos abordam as áreas de Informação e Comunicação, Gestão e Negócio, Produção Industrial, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Ambiente, Saúde e Segurança, Produção Cultural e Design, Infraestrutura e Controle e Processos Industriais.

Há vagas disponíveis nos CVTs de Amontada, Aracoiaba, Barreira, Boa Viagem, Brejo Santo, Canindé, Fortim, Groaíras, Horizonte, Icó, Iguatu, Ipaumirim, Ipu, Itaiçaba, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Massapê, Mauriti, Missão Velha, Pentecoste, Quixadá, Quixeré, Santa Quitéria, São Benedito, Tabuleiro, Tauá e Viçosa.

Na área de Infraestrutura, é ofertado o curso de Eletricista Predial nos CVTs das cidades de Ipaumirim e Maracanaú, enquanto em Missão Velha acontece o curso de Bombeiro Hidráulico. Já Viçosa e Quixadá oferecem capacitação em Mecânica de Motos, curso da área de Controle e Processos Industriais.

Capacitações em informática acontecem em 18 unidades da Rede CVT, indo do básico ao avançado. Nos municípios de Ipu, Maracanaú e Maranguape, por exemplo, acontece o curso de Excel. Já nas cidades de Mauriti e Fortim são oferecidas aulas em Photoshop e Corel Draw, respectivamente.

No CVT Icó, estão abertas as inscrições para quatro cursos de Iniciação Instrumental Básica: há 15 vagas para os cursos de violão popular e teclado; 10 vagas para as aulas de teclado; e 20 vagas para o curso de técnica de canto e coral.

Com carga horária variando entre 40 e 120 horas, as capacitações acontecem nos turnos da manhã, tarde ou noite. Para realizar inscrição, o interessado deve ser maior de 16 anos e ir até o CVT de sua preferência portando CPF.

A programação completa está disponível em www.centec.org.br, onde também podem ser vistas informações sobre o número de vagas, carga horária e turno das atividades. As inscrições estarão abertas até o início das aulas ou até que sejam preenchidas todas as vagas.

O Instituto Centec é uma organização social que está presente em 43 municípios cearenses oferecendo cursos básicos, técnicos de nível médio, superiores tecnológicos e pós-graduação, por meio de parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece). Para saber mais entre em contato diretamente com as unidades por e-mail ou telefone.

29.06.2015

Assessoria de Marketing e Comunicação do Instituto Centec
(85) 3066-7030 / 9949-1534 (Tim)
carol@centec.org.br / carolineavendano@gmail.com
www.fb.com/InstitutoCentecCeara | www.centec.org.br

Sabrina Lima
Gestorade Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil

Câmara do Crato aprova contas do ex-gestão Samuel Araripe, gestão 2011

 

 

camaracrato

Por 14  votos a favor, um voto contrário, uma abstenção e três ausências, a  Câmara Municipal do Crato aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira (29), a prestação de contas da gestão 2011, do prefeito Samuel Araripe. A aprovação das contas teve o parecer favorável do Tribunal de Constas do Municípios, com isso, os vereadores praticamente só vizeram referendar a aprovação.
Votarama favor da aprovação das contas os veresdores: Pedro Alagoano, Marquinho do Povão, Nando Bezerra, Celso dos Frangos, Luciano Sarava, Paulo de Tarso, Tiago Esmeraldo, Fernando Brasil , Bebeto Anastácio, Guer, Jales Veloso, Guri, Robério Alves e Amadeu de Freitas.
A vereadora Nágela Rolim se absteve e o vereador Dárcio Luiz votou contra a aprovação. Não compareceram a sessão os vereadores:  Galego da Batateira, Expedito Anselmo e Henrique Leite.

flavio pinto

Em assembleia, servidores do IFCE reforçam críticas ao Governo Federal

ifce2

Em uma assembleia marcada por intensa participação, com centenas de servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), foram reforçadas críticas à situação da instituição, com relatos de que os diversos campi estão sentindo diretamente os efeitos de cortes de verbas promovidos pelo Governo Federal. Os servidores definiram reivindicações a serem apresentadas em plenária do sindicato nacional da categoria e debateram os próximos passos na luta por melhorias no Instituto e por mais respeito à educação.
A assembleia, realizada na sexta-feira (26), lotando o espaço da portaria do aluno do Campus Fortaleza, evidenciou a forte mobilização dos servidores do IFCE, que já haviam aprovado indicativo de greve em 17 unidades da instituição e voltarão a debater o tema após a plenária do Sindicato Nacional dos Servidores da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE) nos dias 4 e 5 de julho, em Brasília.
A plenária nacional do SINASEFE contará com a participação de servidores do IFCE, eleitos na assembleia. Foram eleitos um delegado, Marcelo Marques, e cinco observadores: Renato Cunha, Lígia Gomes, Eulálio Costa, Jerciano Feijó e Márcio Cordulino. Também foram eleitos, na assembleia, representantes para participar do ato público nacional, em Brasília, dos servidores federais, nos dias 6 e 7 de julho: Moacir Caldas, Allana Soares e Elizabeth de Souza. O delegado e os observadores eleitos para participar da Plena do SINASEFE nos dias 4 e 5 permanecerão em Brasília para se somar às manifestações dos dias 6 e 7. A Diretoria Colegiada do SINDSIFCE também apontará, entre seus integrantes, um delegado para participar da Plena.

flavio pinto

Piscicultura tem perda de 80%

[DIARIO - 13]  DIARIO/NREGIONAL/1_MATERIAL<NREG13> ... 29/06/15Foto: Ellen freitas 
Jaguaribara. Pelo menos duas mil pessoas deste município ficarão desempregadas diante do colapso na criação de tilápia em tanques-rede no açude Castanhão. Há pouco mais de 15 dias, os piscicultores vêm sofrendo perdas significativas ocasionadas pela baixa oxigenação da água do reservatório, que dizimou mais de 80% da produção. A Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) investiga as causas da mortandade. Os prejuízos já chegam à casa dos R$ 10 milhões.

Hoje pela manhã, a partir das 9h, haverá uma caminhada envolvendo piscicultores, comunidade e autoridades locais, buscando chamar atenção do governo para a problemática. Até o momento, apenas medidas emergenciais de retirada do peixe do açude foram tomadas. Na terça-feira, na Câmara de Vereadores, haverá audiência pública também tratando do assunto. Na ocasião, será formado um grupo que irá fazer um levantamento das perdas e do prejuízo. O relatório será encaminhado ao governador para que sejam tomadas medidas.

"A piscicultura emprega mais de duas mil pessoas diretamente e, a grosso modo, acredito que pelo menos 80% desses empregos não irão mais existir. É um impacto gigantesco na vida dessas famílias e na econômica local", avalia. Jaguaribara tem uma população de 10.405 habitantes, segundo dados de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e a piscicultura é a principal atividade econômica, afirma o prefeito Francini Guedes. Ainda segundo o prefeito, toda a produção do Parque Aquícola de Jaguaribara foi dizimada. "A última grande mortandade ocorreu no Curupati Peixe. Lá foram mais de 700 toneladas de uma vez só. Ainda há alguma produção mais pro lado de Alto Santo, mas muito pequena. Aqui e Jaguaribara a perda foi total", lamenta.

O trabalho de retirada dos peixes das gaiolas continua e, segundo o presidente da Associação dos Criadores de Tilápia da Barragem Castanhão (Acritica), Edivando Feitosa, deverá se estender até o fim da semana. Segundo ele, as perdas foram totais para associação, que produzia em média 300 toneladas de tilápia por mês. "Só na nossa associação, são 25 pessoas trabalhando para retirar o peixe do açude e acredito que até o fim da semana não tenhamos terminado. Nossa perda foi total", conta.

Segundo Edivando, das 250 pessoas que trabalham diretamente na associação, ao menos 150 deverão ficar desempregadas: "Fica todo mundo triste com isso e sem saber o que fazer. A gente espera que o governo possa fazer alguma coisa por nós. Já tivemos muitas perdas, desde sair da nossa cidade até isso que tá acontecendo".

Os piscicultores que continuarão produzindo deverão ser realocados em novas áreas do açude, mais distantes da parede, porém aguardam medidas do governo e um posicionamento dos bancos para novos financiamentos. Uma equipe da Cogerh investiga o que tem desencadeado a mortandade dos peixes.

Ellen Freitas
Colaboradora

Diario do Nordeste - Regional

Estado Islâmico matou mais de 3.000 pessoas em um ano, diz ONG

ismortosDestroços deixados por ataque a bomba lançado pelo EI, em Marea, na Síria, em 8 de abril de 2015

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) executou mais de 3.000 pessoas na Síria, civis em sua maioria, desde a proclamação de seu "califado" há um ano nesse país e no Iraque, relatou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

De acordo com a ONG, desde 29 de junho de 2014 foram cometidas 3.027 execuções. Entre os mortos, há 1.787 civis, sendo pelo menos 74 crianças.

Os membros da tribo sunita Shaitat representam mais da metade dos civis assassinados. O EI matou 930 membros desse clã em Deiz Ezzor, no leste da Síria, no ano passado, depois que eles se revoltaram contra o grupo extremista, segundo a ONG.

O balanço inclui 223 pessoas assassinadas esta semana na incursão do grupo extremista a Kobane, cidade curdo-síria fronteiriça com a Turquia. O EI foi expulso de lá em janeiro deste ano.

O Observatório registrou também os 216 rebeldes e combatentes curdos executados pelo EI e por 900 membros das forças do regime.

Além disso, o grupo executou 143 jihadistas de suas próprias forças, acusados de espionagem, ou de deserção.

O EI apareceu na Síria em 2013. No início, fazia parte do braço iraquiano da rede Al-Qaeda, que tentou se unir ao lado sírio da rede, a Frente Al-Nusra. A fusão foi rejeitada e, agora, são grupos rivais.

AFP

28 junho 2015

Cardeal Dom Orani João Tempesta visitou a Diocese de Crato

O cardeal-arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, esteve em Juazeiro do Norte, neste final de semana. Ele chegou na sexta-feira, acompanhado do novo bispo de Iguatu, Dom Edson de Castro Homem, e foi hóspede dos padres que administram a Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores.
Recebido por Dom Fernando Panico, o cardeal arcebispo do Rio de Janeiro visitou a Basílica de Juazeiro do Norte e esteve na colina do Horto conhecendo o monumento ao Padre Cícero. No sábado ele viajou a Iguatu, acompanhado de Dom Fernando Panico, onde presidiu a posse de Dom Edson, e no domingo regressa ao Rio de Janeiro embarcando no Aeroporto Regional do Cariri.
Dom Orani, ao lado de Dom Fernando,  na basílica de Nossa Senhora das Dores

Dom Orani no monumento ao Padre Cícero
abaixo, Dom Orani na capelo do Socorro

27 junho 2015

Para Você Refletir ! -Por Maria Otilia

Vimos nestes últimos dias, manifestações de repúdio a dois funcionários da clínica de Tanatopraxia, que  recebeu os corpos do cantor Cristiano e de sua  namorada .Nesta clínica , os corpos seriam preparados  para para o velório. Infelizmente estes servidores da referida  clínica ,com um comportamento mórbido, sem o menor escrúpulo, colocou na internet imagens dos corpos destes jovens.Demonstrando assim a falta de ética, do respeito humano, da falta de  solidariedade para com as famílias destes jovens.
O mais estarrecedor foi o grande número de compartilhamentos através das redes sociais. Configurando assim que a maioria das pessoas perderam o senso de equilíbrio, de amor ao próximo, de respeito, do " cuidar do outro", da solidariedade humana. 
Para refletirmos sobre a necessidade de buscarmos a  harmonia, a sensibilidade, a solidariedade, a compaixão, o zelo pelo outro, posto uma bela fábula. Boa leitura .
 
     Mensagem do Velho Sábio
Diz o Sábio que na antiguidade, em um povoado distante, as pessoas haviam se tornado frias, egoístas e pouco solidárias.
Reclamavam da frieza uns dos outros, mas não se permitiam mudar. Uma criança muito sensível, ao ver o que se passava, dirigiu-se aos céus e clamou uma ação do Divino, pedindo que lhe mandasse um sinal a fim de mudar o pensamento das pessoas do povoado, e após sua reflexão, adormeceu.
No dia seguinte, fora acordado pela sua família, pedindo que levantasse logo, pois algo muito estranho acontecia... Sua mãe lhe disse que o Divino lançara sua fúria sobre o povo, e que algo gélido, branco e intenso cobria as pastagens e deixava as pessoas com tanto frio a ponto de quase congelarem.
Vendo suas lavouras e animais sendo cobertos pela neve, as pessoas não tiveram escolha senão ajudar umas as outras para que pudessem salvar o máximo de animais e alimentos que conseguissem, e assim o fizeram. Porém, a noite chegou, e com ela, a neve mais e mais forte, tornava a situação calamitosa.
Vendo toda a situação e o frio a castigar a todos, o menino então sugeriu que em vez de cada família ficar em sua morada, poderiam todos ficar juntos, assim, o calor humano os ajudaria a suportar o frio, o que foi aceito por todos.
E Como em uma grande corrente, todos, em círculo, feito um caracol, se aninharam, e juntos, conseguiam suportar o frio da noite.
Antes do amanhecer, o menino, com sentimento de culpa, explicou seu pedido ao Chefe do povoado, e pediu perdão por submeter seu povo a tal sofrimento. Porém, foi abraçado pelo Líder, que com os olhos cheios de água, pediu perdão ao menino por deixar que a comunidade se torna-se um mau exemplo para crianças como ele. Se abraçaram bem forte e adormeceram.
E tamanha foi a surpresa de todos ao ver que, no dia seguinte, o sol brilhara majestosamente e o céu parecia mais azul do que nunca... A tormenta teve fim.
Com pulos de alegria, cânticos e abraços, o povoado festejou o “perdão Divino”, e logo recomeçaram suas atividades rotineiras.
No dia seguinte, logo após o amanhecer, o menino pediu ao Líder do povoado que reunisse a todos, pois durante a noite tivera um sonho, onde o Divino lhe revelara um comunicado...
Foi então que o menino, relatando seu sonho, disse que a tempestade que ocorrera não seria a única, e que todos os anos ela se repetiria... Falou mais, disse que quando os primeiros flocos gelados caíssem do céu, que servissem de alerta e reflexão sobre a união, a bondade e a solidariedade.
Finalizou o menino dizendo que a este fenômeno, chamar-se-ia Inverno, e que seria uma época para não se pensar no frio, mas no calor humano que todos possuem e podem compartilhar.

Mergulhar no próprio mar - Por: Emerson Monteiro

Aqui descobrir o mistério do amor em mim, revelar que há portas que abertas mineram o Ser na essência de Si, também em mim, sim, senhor. Amar a intensidade de todas as saudades e dores, ainda que nuvens que passavam e marcavam o espaço da presença transformadora do gosto em possuir a existência qual fator de alegria, luz de transformação, meio de renovar os passos dessa caminhada rumo ao Infinito.

Com isso, deixar de lado o quanto amargaram perdidas ilusões que restaram varridas pelo sol de vidas sucessivas; abraçar com ânimo bem forte o desejo das verdades que curam e trazem aos frutos da melhor conformação diante de tantas dificuldades necessárias a evoluir que repousa no meu peito. Sustentar de mãos firmes as chances da esperança e manter acesa a chama da fé suprema nas ocasiões libertadoras quando fazia escuro nas dobras escondidas e se que deixara limpar em momentos inevitáveis das universidades do caminho perene.

Acreditar de certeza limpa na vontade das crianças que alimentam de sonhos as manhãs, o que nasce primeiro dentro delas e desfazem impedimentos, dissipam decepções e configuram possibilidades sem limite da felicidade logo, em breve tempo.

Elevar, pois, o pensamento aos níveis plenos de êxito e amizade no seio dos sentimentos de novos temperos de conhecimento trazidos pelo céu aberto do azul pleno, bondade de um Pai sincero. Jamais desistir,  mesmo quando parecem in
transponíveis os obstáculos; fazer de conta que não é comigo. Criar na vida oração de poder e contar histórias de finais felizes às noites de lua; e apreciar o belo qual resistência; ver no brilho das estrelas que do alto o olhar da Justiça acompanha dias de crescimento.

Pregar a minha verdade no ritmo das palavras exatas; unir o sentido das causas nobres; e alimentar as gerações na leveza fértil da Paz que vem à medida que mergulhe neste mar de sermos nós. 

MENTIR PARA AGRADAR O MUNDO ? - Quem não quer ouvir a verdade, não deve pedir a opinião de ninguém !



O mundo, como todos nós sabemos, é um lugar engraçado como um boteco, onde frequentam todos os tipos de criaturas, algumas amáveis, outras hostis, e algumas que são dignas da nossa piedade. O problema é que grande parte delas vive num mundo de fantasias, mergulhados em seus próprios delírios, seus castelos no ar, onde a chegada de qualquer visitante às portas poderá ser considerada uma afronta ao ego e a auto-imagem que estas fazem de si próprias. Sendo assim, vive-se num mundo de farsas, de mentiras, de auto-enganos, de representações, como já bem o disse o filósofo alemão Artur Schopenhauer. Tirando a pouca gente que ainda toca o solo da realidade, o grande resto não aceita a verdade jogada em sua cara diretamente, ainda que esta fosse feita de diamante, e evitam aqueles que, pela sinceridade, possam desmascará-las mostrando-lhes através de um espelho, o mundo real tal qual estas nunca viram. Para quem vive neste permanente estado de dissimulação, auto-engano ou seja lá como se queira denominar ( E não quer que o castelo se desmorone ), nunca deve pedir a opinião de alguém, pois pode-se correr o risco de ouvir aquilo que não se deseja.

Por esses dias, um músico veio perguntar qual a minha opinião sobre uma determinada gravação que haviam feito. Normalmente, já sabendo das susceptibilidades que algumas pessoas possuem, eu me abstenho de emitir juízo de valor sobre músicos e às vezes sobre música, até porque tendo passado mais de 40 anos ouvindo todos os tipos de música do mundo, desde o renascimento ao pós-modernismo, posso dizer que já ouvi muita coisa: Boa e Ruim. Não quero com isso dizer que eu seja algum tipo de expert, mas se estudo, prática e 40 anos de pesquisa valerem de alguma coisa, tenho descoberto nesse ínterim, trabalhos belíssimos em todas as áreas; Por outro lado, também tenho visto diversos trabalhos medíocres, mesmo de bandas musicais consideradas de "alto nível". Sempre evitei comentar o que realmente penso sobre alguns grupos e pessoas da minha região, porque meu gosto pode ser diferente do referencial a que essas pessoas estão acostumadas. Se eu considero Beethoven, Bach, Tchaikovsky, Oscar Peterson, Chick Corea como gênios, que palavra hei de usar para tratar os principiantes, estudantes, simpatizantes a não ser dizer a verdade sobre a qualidade do som que fazem? Por isso, tenho evitado sempre que possível este tipo de embate musical que considero improfícuo, mas eis que alguém vem me mostrar uma de suas gravações caseiras e pede a minha sincera opinião. No meu entender, a sinceridade nestes casos ainda é a melhor política. Se a pessoa lhe pede confidencialmente sua verdadeira opinião, ela no mínimo DEVE estar preparada para o que virá em seguida, seja agradável ou não. Caso contrário, apenas revela o despreparo, e o auto-engano, ou seja, a máscara serve à carapuça, afinal, temos aqui no Nordeste um velho ditado: "Quem não pode com o pote, que não pegue na rodilha". De modo que mesmo a contragosto, expressei a minha sincera opinião sobre a gravação que me foi pedida, em que disse ao indivíduo que achei um som "morgado", de harmonias consonantes demais para o estilo, acordes mal-feitos, tonais, sem conhecimento de formação de acordes, inversões...harmonização pobre, também achei a gravação de um saxofone um tanto fanha, talvez devido à microfonação, e achei a improvisação em geral fraca...( sinceridade )... Mas pra que dizer isso, meus amigos ? O indivíduo saltou com 7 pedras na mão, atirando até na lua. Mas é como eu falei antes, ORA...se você não pode aceitar a verdade, ou a opinião dos outros, porque pede esta opinião ? Saber afagar o ego, dizer que está tudo lindo e maravilhoso, parabenizar os outros para não se meter em encrencas é o que muitos querem quando te pedem a opinião. O ator Clint Eastwood em seu clássico filme "Magnum 44" disse uma frase marcante: "Um homem deve conhecer suas limitações". Devemos conhecer nossas limitações, sabê-las profundamente, saber dos nossos pontos fracos, e não só nossos, mas daqueles que nos rodeiam. O mundo vive na mentira. Devemos compactuar com a mentira a fim de parecermos mais palatáveis aos olhos dos observadores ? Para que possamos ser amados ? Será que devemos sempre mentir a fim de que algumas pessoas gostem de nós ? Ou devemos ser realistas, sinceros, mesmo sabendo que 90% da humanidade vai nos detestar ? Você tem o poder de fazer suas escolhas. A minha, eu já fiz há muito tempo: Escolhi dizer a verdade, ser sincero para com os outros, ainda que isto me custe muitas "amizades". Um amigo verdadeiro não vai se magoar se você fala ( Se ele pedir ) a verdade que não gostaria de ouvir, pois vai entender que isso é um aprendizado para que ele possa ir mais longe. Agora o falso amigo, com certeza, vai se encolerizar, e poderá até deixar de ser seu amigo, caso você não apenas o eleve aos céus. Você escolhe o seu caminho, mas eu tenho uma opinião a esse respeito: É melhor que você tenha amigos verdadeiros, leais, que possa contar apenas nos dedos da mão por falar a verdade e usar da sinceridade, do que ter que passar a vida mentindo para agradar aos outros.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com




Os batráquios – por Pedro Esmeraldo

  Em meados da década 1990, sofria de grande abalo psicológico o que me fez desviar da rota do comportamento sóbrio e equilibrado. Afastou-me do conjunto de condutas sociais. Foi um ba-fa-fá da molesta que me deixou atormentado por vários anos.
    Por essa razão, tive a ideia de mudar o meu modo de trabalhar, modifiquei as minhas atividades honradas forçando-me andar em caminhos retos que fossem jus ao trabalho sincero e honesto.
    Recai-me em sonhos prediletos e pretendi preparar cuidadosamente o meu bem estar com a ânsia de usufruir no futuro uma compensação durável que me fizesse vibrar com entusiasmo, praticando o bom comportamento.
    Mudei de rotas e resolvi exercer novas funções que me coadunaram ao poder produtivo no trabalho nobre da agricultura. No entanto a situação crítica e dilacerante do país onde vivemos não me permitiu soerguer, com esta atividade, o meu ponto de vista de homem sério e digno para exercer as funções honradas deste trabalho.
    Tentei reaver todos os problemas relativos ao conjunto de fenômenos mentais que me deixam atordoado no sentido neurológico.
    Pensando em equilibrar-me com eficiência, resolvi frequentar pontos estratégicos em bares, com reunião de pessoas amigas, o que me aliviariam o meu distúrbio psicológico.
    Encontrei grandes amigos que passo a relembrar e que foram amistosos e tratáveis para comigo. No entanto, a princípio tudo era bom: havia brincadeiras jocosas, entre as bebedeiras normais, pois tudo era controlado pelo comportamento e equilíbrio. Todavia, apareciam, de vez em quando, pessoas inoperantes e imundas que vieram deslizar com gestos malignos a permanência dos homens no referido bar.

       Junto com todos esses homens, mudei-me para o “Cantinho do Pimenta”, bar pertencente à família Teles Duarte. Lá, novamente chegaram os batráquios. A principio frequentaram a periferia do bar, mas foram se chegando com gestos indignos de querer desfazer de pessoas dignas. Por isso, chamou-se esses homens “indignos de frequentar as rodas sociais” de girinos, já que são semelhantes a esses anuros. Esses homens se chegaram ao convívio dos amigos com palavras inócuas dizendo asnices e por fim metamorfosearam chegando, a parecer como sapo-boi, pois são horríveis e mete nojo a sociedade.
   Para se ter uma ideia, esses ditos sapos falavam em ser cientistas, visto que havia deles que tinha desejo de movimentar o avião com lenha, isto é uma demonstração de grau tremendo de loucura. Isto é de estarrecer! Agora durma com tanto barulho!
Pedro Esmeraldo, 25 de junho de 2015
 

O livro A Dama da História, a biografia de Magdalena Arraes, lançado em Recife


Ayrton Maciel

amaciel@jc.com.br

Políticos, autoridades, correligionários, filhos e netos do ex-governador Miguel Arraes participaram, ontem à noite, no Museu do Estado, do lançamento do livro Magdalena Arraes – A Dama da História, obra inédita que reúne depoimentos da esposa do líder político e ex-primeira dama do Estado, em três governos, e uma pesquisa histórica sobre acontecimentos que marcaram Pernambuco e o País no século passado.

Com 130 fotos do acervo do Instituto Miguel Arraes, a obra aborda episódios políticos pré e pós-golpe de 1964, vividos pelo casal, e revela momentos pessoais e da intimidade da família no exílio e no retorno ao Brasil, após a anistia de 1979. Relata, ainda, a infância e a juventude da cearense de Fortaleza, Magdalena Arraes, hoje com 86 anos. Um testemunho situado dentro do contexto histórico do século 20 no País e no mundo.

Resultado de pesquisas e entrevistas do jornalista Laílson de Holanda e da historiadora Valda Colares, o livro desfaz a imagem comum atribuída a dona Magdalena de apenas uma singela companheira presente, mãe dedicada e atuante presidente da Cruzada de Ação Social. Agrega à personagem o perfil de protagonismo político – a quem Arraes confidenciava fatos e consultava – e uma intelectual e mulher independente na juventude.

“Depois de anos de luta, estamos todos ainda aqui. Os mais jovens, também. Vocês vão manter essa herança. Isso nos emociona. É um encontro de lembranças. Pessoas que participaram dessa história longa e, às vezes, surpreendente, que nos levou a estar na luta permanente. Uma luta que sempre teve sentido em nossa vida, e que não terminou. Ela prossegue. O País mudou e vai mudar mais. Vocês vão participar disso”, discursou dona Magdalena, emocionando o salão Cícero Dias. “Viva Arraes”, “Viva Eduardo”, “Viva Magdalena” foram repetidos na plateia.

Amigo e aliado político, o governador Paulo Câmara (PSB) passou rápido na solenidade, tempo suficiente para cumprimentar dona Magdalena e os autores, sob a justificativa de compromisso no Palácio do Campo das Princesas. Em atividade política em São Paulo, o prefeito Geraldo Julio não compareceu, sendo representado pelo vice Luciano Siqueira (PCdoB).

O lançamento da obra atraiu, ainda, personagens da área cultural, deputados e secretários estaduais, ex-governantes e prefeitos. “Dona Magdalena faz parte da histórica política recente de Pernambuco, deixando como marcas a solidariedade imensa ao povo do Estado e a dedicação ao grande homem público do País, Miguel Arraes”, exortou o ex-governador João Lyra Neto (PSB).

O livro sobre Magdalena Arraes é o primeiro de um série prometida pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) sobre personalidades das várias áreas revelando suas memórias políticas e pessoais. “Ao ouvir dona Magdalena descobrimos um personagem político. É a versão de momentos históricos vividos por esse personagem que estamos revelando”, definiu a obra Laílson de Holanda.


Fonte: Jornal do Commercio

O pulsar do coração - Por: Emerson Monteiro

O tanto da vontade em cruzar mares e querer obedecer ao princípio da espontaneidade, no fluir das ações da pura natureza animal das criaturas, invés de impor obrigatoriedade comum aos acontecimentos, isso de abandonar à própria sorte as condições e os meios necessários a viver entre pedras qual escorrer pelas águas que descem ao mar, causou nas pessoas espécie de acomodação a determinações que vêm de longe e chegam por causa da preguiça em raciocinar formas diferentes de responder ao desafio da existência. Uns passos ritmados deixados ao som do vento na folhagem, seguindo tramas de violeta tecidas nas flores espalhadas na vegetação rasteira dos brejos em festa. Permitir que mutações ocorram a todo instante das matas, livres de forçar os caprichos do desejo de encontro ao planejar das simultaneidades, sem restringir ao puro determinismo do espaço físico. Achar o trilho da ciência de si na alma do coração. Linearidade versus simultaneidade, pois tudo explode em momento a toda hora no fervilhar das ocorrências.

Onde acontecimentos serão somente a casca da realidade, e as notícias dita a quatro ventos imitações grosseiras dessa casca que cai e se renova ao sabor do tempo imaginário, quando testemunhas resolveram sobreviver contando visões unilaterais da mesma realidade através da via de outras visões, meras respostas à impaciência de revelar a resposta ainda que montada às pressas em um canto qualquer da realidade. Sonhos vão de transformar consciências e nem gastar o salto do sapato.

Na sucessão de tantos êxitos apressados dessa civilização de aço, os industrializados do tempo presente, cascas se multiplicam a modo de compreensão do que jamais será compreendido nos termos atuais dos povos apressados, período quando o homem tornou-se peça vulgar de reposição da máquina colérica do lucro.

E lá está ele, o velho coração da máquina humana, a pautar na estratosfera da solidão o desejo que pulsa incansavelmente o clamor das orações acumuladas nos bem antigos santuários da Fé. 

25 junho 2015

Trabalhadores da Coelce vão paralisar por quatro horas no próximo dia 30

coelce_0_4-625x416

 

Os trabalhadores da Coelce decidiram, em assembleia realizada nesta semana, suspender as atividades em todo o Estado durante quatro horas. A paralisação temporária ocorrerá na próxima terça-feira, das 8 às 12 horas. A mobilização é fruto da insatisfação da categoria com as negociações salariais, que desembocaram em dissídio coletivo, com a supressão do adicional de periculosidade e com o reajuste de 17% do plano de saúde.

Há 25 anos que não havia paralisações de trabalhadores na Coelce. ​Mesmo com o aumento de cerca de 40% na tarifa de energia em 2015 e do lucro líquido de R$ 132 milhões no primeiro semestre deste ano – representando aumento de 103% em relação a igual período do ano passado, a Coelce estabeleceu meta de redução de custos de 11%.

A categoria diz que essa contenção está concentrada no ataque aos direitos dos trabalhadores. Nas últimas semanas, veio a informação por e-mail, oriunda da direção da empresa, de que, a partir do dia 10 de julho, haverá corte do adicional de periculosidade de dezenas de trabalhadores.

Também é motivo de descontentamento o aumento de 17% do plano de saúde, incompatível, segundo a categoria, com o reajuste salarial de 6,34% (inflação medida pelo INPC), concedido pela Justiça, em março, por meio de liminar. Os demais itens sociais e econômicos do Acordo Coletivo de Trabalho ainda aguardam um desfecho do dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho – 7ª Região.

O Povo

UFC 60 Anos – Exposição resgata momentos da Instituição

ufc2

“Celebrando o aniversário de instalação da Universidade Federal do Ceará, foi inaugurada nesta quinta-feira, no Salão Nobre da Reitoria, a exposição UFC 60 Anos. Organizada pelo Memorial da UFC, a mostra conta com imagens, entre fotografias e mapas, que recontam a trajetória da Instituição desde os seus primórdios até os dias atuais.

São 106 fotografias e imagens, divididas em 13 painéis, abrangendo momentos a partir de 1959. Propondo um percurso imagético pelo tempo, a exposição traz memórias da construção das faculdades iniciais e reforma de prédios de cursos, solenidades de colação de grau, manifestações artísticas, políticas e culturais, expansão para o interior do Estado e registro de ambientes de equipamentos da UFC como o Teatro, a Imprensa e a Rádio Universitária.

Também nessa exposição o cotidiano dos alunos pode ser visto em fotos que revelam as atividades dos Jogos Universitários, o dia a dia no Restaurante Universitário e até mesmo na Barbearia da UFC. Essa atividade já foi extinta e era oferecida na década de 1960.”

(Site da UFC)

Projeto para geração de energia solar no Canal da Integração será apresentado ao BID

solar

No próximo dia 29 de junho, o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará, Inácio Arruda, estará em Brasília/DF para apresentar uma projeto-piloto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com vistas à qualidade dos gastos públicos e convivência com as mudanças climáticas.
O projeto prevê a utilização de painéis solares sobre a superfície do Canal da Integração, o que reduziria a perda por evaporação do sistema de transporte de água, além de diminuir custos e gerar energia elétrica limpa, sem o lançamento de gases tóxicos na atmosfera.
A iniciativa envolve diretamente as secretarias da Fazenda (Sefaz), Planejamento (Seplag), Meio Ambiente (Sema) e Recursos Hídricos (SRH), que também enviarão representantes para participar do encontro em Brasília.
A proposta de cooperação técnica entre Governo do Ceará e BID está orçada em US$50.000,00, valor que inclui diagnóstico, estudo de viabilidade técnica e o anteprojeto para a instalação dos sistemas fotovoltaicos nas grandes áreas planas ou com pouca inclinação que formam o Canal da Integração.
Além do secretário Inácio Arruda, participarão do encontro pela Secitece o secretário executivo, Gilvan Paiva, e a Coordenadora da Assessoria de Desenvolvimento Institucional, Adeline Lobão.

Emília Augusta
Coordenação de Comunicação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior

Atividades lúdicas melhoram rotina de internação no Albert Sabin

 

atividades_ludicas_hias_2015Muitos são os meios de estimulação para o desenvolvimento saudável da criança no processo de hospitalização. As atividades lúdicas com jogos educativos, brinquedos, pintura e livros são alguns dos exemplos que aliviam o estresse da internação hospitalar e possibilitam uma nova leitura do cuidar. Como parte da missão de prestar assistência terciária à criança e ao adolescente de forma segura e humanizada, o Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), da Secretaria de Saúde do Estado, promove ações que transformam o ambiente hospitalar e proporcionam condições psicológicas melhores para os meninos e meninas internados e acompanhantes.
De acordo com a terapeuta ocupacional Eliana Queiroz, observar, perceber e compreender os diferentes aspectos da doença e da hospitalização são importantes para a criança e sua mãe. A atividade lúdica é uma oportunidade para a expressão das características singulares ao processo de adoecimento e hospitalização. “O nosso trabalho é observar como a criança está. A gente observa na atividade, na conversa com a mãe. Muitas crianças chegam aqui deprimidas e acabam se desenvolvendo com o trabalho terapêutico”, diz.
Lúcia de Fátima Marques Ribeiro, 55, é de Itarema e há um mês acompanha a neta Maria Amanda dos Santos Ribeiro, 11, no Albert Sabin. Amanda foi diagnosticada com lúpus e o tratamento mudou a sua rotina repentinamente. Longe da escola, de casa, dos amigos e da família, ela lida com a doença durante as realizações de hemodiálise e outros procedimentos clínicos durante a internação. Para a avó, poder contar com espaços onde a criança pode curtir a infância e desenvolver sua criatividade é de fundamental importância para recuperação da saúde dela. “Melhor é estar aqui do que ficar só, deprimida por conta da internação. Ajuda na recuperação”, comenta dona Lúcia.
O valor terapêutico do brincar não está relacionado somente a brinquedos. A leitura de livros e a contação de histórias ofertam ambientes onde o espaço entre o real e a fantasia estimulam a criatividade e relaxam não apenas as crianças em tratamento, mas também aos seus acompanhantes. Eliana ressalta que as mães evoluem com as atividades lúdicas e tornam-se mais preparadas para cuidar de seus filhos durante a hospitalização. “Elas ficam cheias de tensão e nesse momento, elas esquecem. A pintura ajuda a diminuir a ansiedade e elas relaxam. Todos os dias elas vêm para cá (espaço lúdico)”, fala.
Grávida de seis meses e do sexto filho, a moradora de Redenção, Ana Cláudia Souza Silva, 30, é uma das mães que participam do grupo terapêutico orientado por Eliana Queiroz. Ela acompanha o filho caçula José Hermes de Souza Silva, 1 ano e 3 meses, na recuperação de uma colostomia. E conta que, quando surge uma oportunidade, ela se junta às outras mães para desenhar, pintar e participar das oficinas artesanais. “Quando eu venho pra cá, me sinto super bem, sai um monte de pensamento negativo. Acho muito importante esse serviço que ela (terapeuta ocupacional) faz com a gente. Já frequentei outros hospitais e não tinha isso”, declara.
O benefício da leitura: explorando o mundo de dentro do hospital
O Hospital Infantil Albert Sabin também conta com projetos de incentivo à leitura, promovendo a educação inclusiva por meio de aulas particulares e atividades onde o livro é o mundo a ser desbravado pelos pequenos pacientes. Um dos espaços da Cidade da Criança é a Biblioteca Raquel de Queiroz, onde a criança vivencia a alegria e a magia dos contos, das fábulas e de outras leituras que dão asas aos sonhos da infância, como acontece com Dávilla Emilly de Sousa Melo, 3, que não sabe ler, mas se arrisca a narrar a história dos 101 Dálmatas. Ao abrir o livro e com o olhar atento às cores das páginas, seus pequenos dedos deslizam nas folhas e sua imaginação aflora num piscar de olhos. “Era uma vez os cachorros...”, começa.
Há cinco dias internada no Albert Sabin, se recuperando de uma cirurgia de apendicite, Dávilla não nega a alegria que sente quando chega na Cidade da Criança. Segundo a mãe Daniele Nogueira Sousa, 26, não só a filha desfruta do ambiente de descontração como ela mesma se sente bem em poder contar com um espaço como esse para descansar. “É muito bom, tudo é ótimo aqui. Ela se anima mais e até a gente fica mais relaxada”, afirma.
E isso não é diferente para Rayssa Silva, 10. Se tratando de um cisto no rim, há um mês Rayssa está hospitalizada. Desde que chegou no Albert Sabin, não perde um dia sem ir à Cidade da Criança para ler e também brincar com os outros meninos e meninas internos. “Quando eu estou lendo, fico concentrada na história. Acho bom para poder me desligar das coisas, como, por exemplo, de ficar deitada em uma cama horas e horas”, confessa.
De acordo com a pedagoga Beatriz Xavier, 34, a leitura possibilita a criança fantasiar, criar e vivenciar parte de um mundo que ela não conhece, é uma descoberta para ela, tornando-se um divertimento e um estímulo para exercitar o seu potencial lúdico espontâneo. Beatriz dá aulas particulares a crianças com idade a partir de quatro anos que estão internadas na Unidade de Pacientes Especiais (UPE), do Hospital Albert Sabin. Esse programa de educação inclusiva é uma parceria entre o Hospital, a Associação Brasileira de Amiotrofia Espinhal (Abrame) e a Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Seduc).
Durante tês dias por semana, a pedagoga ensina disciplinas como matemática, português, natureza, artes e música. Além de trabalhar o aspecto cognitivo, ela trabalha também os aspectos motor, social e afetivo. “A gente vivencia, conhece a criança, vê o que ela gosta para fazer um trabalho diferenciado. Quando a gente chega, é uma novidade, é um divertimento, é algo diferente. A professora traz um mundo escolar para dentro do hospital”, comemora.

Assessoria de Comunicação do Hias

Centro de Eventos tem receita 40% maior que em 2014

CECe

O Centro de Eventos do Ceará (CEC) teve receita de R$ 4,7 milhões nos seis primeiros meses deste ano. O número é 30% maior que o registrado no mesmo período de 2013 (R$ 3,7 milhões) e 40% maior que o primeiro semestre de 2014 (R$ 3,2 milhões). Só este mês, serão 14 eventos realizados no Centro de Eventos, o que faz de junho de 2015 o segundo melhor mês da história do equipamento, só perdendo para o mês de abril de 2013.

Uma das ações da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), responsável pelo CEC, para atrair mais eventos foi criar uma Gerência de Captação de Eventos, que mantém contato com o trade regional e nacional em busca de aumentar ainda mais a agenda do Centro de Eventos. "Essa ação mostra a preocupação da Setur não só com esse grande equipamento, mas também com o turismo de negócios do Ceará, que é muito importante para que não haja sazonalidade no turismo", destaca a secretária executiva do Turismo do Ceará, Luciana Lobo.

O equipamento receberá em agosto deste ano a Convenção Anual do Atacadista Distribuidor (Abad), o maior encontro de negócios do segmento na América Latina. O evento - realizado pela segunda vez no CEC - reúne 200 expositores e 40 mil visitantes, com geração de R$ 18 bilhões em negócios. "Se não fosse o Centro de Eventos, o Ceará não teria como receber um evento desse porte. Este ano tem sido muito bom. Nossa agenda já tem 130 eventos programados até 2020", ressalta a gerente geral do CEC, Lívia Holanda.

Sobre o CEC

O Centro de Eventos deve receber este ano um gradil que rodeará todo o equipamento. A licitação, publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (19), será por pregão presencial no próximo dia 2 de julho. O edital está disponível no site da Secretaria do Planejamento e Gestão do Ceará (www.seplag.ce.gov.br). A Setur, que hoje tem sua sede no CEC, também quer implantar câmeras de segurança, antenas de sinal telefônico e rede Wi-fi.

O Centro de Eventos é o mais moderno e mais bem equipado centro de eventos da América Latina, com capacidade para realização de 44 eventos simultaneamente e para receber mais de 30 mil pessoas. São 176.899 metros quadrados de área total, com mais de 3.200 vagas de estacionamento.

 

Yanna Guimarães
Assessoria de Comunicação da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur)

Obras de restauro em rodovias estaduais devem ser concluídas no fim do ano

Trechos das CEs 060 e 232, entre Juazeiro do Norte e Caririaçu, Nova Olinda e Potengi e de Potengi até Campos Sales serão restaurados. A expectativa do Departamento Estadual de Rodovias (DER), responsável pelas intervenções, é de que as obras sejam concluídas até o fim deste ano. A iniciativa conta com investimento total de R$ 82.168.835,35, do Tesouro do Estado e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

De acordo com o superintendente o DER, Sérgio Azevedo, 27 quilômetros estão em processo de restauração na CE-060, atualmente com 91% de execução, que conta com investimento de R$ 20.455.533,17.

No segundo trecho, referente ao perímetro de Nova Olinda a Potengi, onde estão investindo R$ 28.025.332,28, 68% dos 43 quilômetros totais que serão restaurados já foram concluídos. No trecho de Potengi a Campos Sales, onde estão sendo aplicados R$ 33.687.969,90, 30% dos 54 quilômetros de restauração da CE 292 já avançaram.

O objetivo da restauração é dotar os trechos de melhores condições de tráfego e segurança viária, beneficiando o escoamento da produção e promovendo melhorias na integração entre os municípios de Nova Potengi, Araripe, Campos Sales, Juazeiro do Norte e Caririaçu.

Além disso, parte das áreas de Juazeiro do Norte restauradas atrai milhões de romeiros todos os anos e figura como uma das mais importantes cidades do Estado em termos econômicos e culturais, juntamente com Sobral e Crato.

Diario do Nordeste - Regional

Posse de Luiz Ivan traz preocupação aos aliados do prefeito afastado Raimundo Macedo

 

luisivanposse

Luiz Ivan prestou juramento na Câmara Municipal. (Foto: Flávio Pinto)

A posse do  prefeito Luiz Ivan Bezerra nesta quinta-feira (25), já trouxe preocupação para os aliados do prefeito afastado Raimundo Macedo (PMDB) e secretários e servidores municipais da confiança do gestor afastado por improbidade administrativa. Ao pregar durante sua posse tanto na Câmara Municipal quanto na sede da Prefeitura de Juazeiro do Norte, Luiz Ivan deu recado bem claro: "Vou governar com unidade. Estou aberto a todos que me procurarem", disse o prefeito. Para bom entendedor, o prefeito interino quis dizer que pode abrir portas de seu governo para todas as correntes políticas, pois ao contrário de Raimundão, não tem inimigos políticos e se dar bem com todas as correntes ideológicas.
Luiz Ivan tem como mentor político o irmão Arnon Bezerra, cuja relação, já vinha desgastada com Raimundão desde a campanha eleitoral passada, quando o então prefeito jurou apoiá-lo na campanha e nunca o fez.
A mágoa persiste até hoje e se depender de Arnon, Raimundão não volta ao cargo e o irmão cortaria qualquer relação com a administração fracassada do prefeito afastado. O pontapé seria começar rompendo todos os contratos e licitações duvidosos.
Porém mais comedido e sem querer - pelo menos nesse momento, até uma decisão mais clara da Justiça -, bater de frente com Raimundão, Luiz Ivan faz política de boa vizinhança, assegurando que ficará no cargo somente por 180 dias como determinou a Justiça.
Prefiro aguardar mais algumas semanas. Mudanças virão, aguardem!.

flavio pinto

Fórum do Crato chega aos 199 anos com programação para festejar o ano do bicentenário

forumcrato

 

A unidade judiciária mais antiga do Interior do Estado completa 199 anos de criação neste  sábado, dia 27. Instituída pelo rei Dom João VI, em 27 de junho de 1816, a Comarca do Crato inicia a programação para festejar o seu ano bicentenário nesta sexta-feira (26).
O diretor do Fórum Desembargador Hermes Parahyba, juiz Renato Belo Vianna Velloso, destacou que “a Comarca tem profunda e histórica relação com o Poder Judiciário”. A partir das 9h, no Fórum local, terá início a solenidade de comemoração de aniversário, que contará com vários eventos realizados por magistrados e servidores em parceria com entidades locais.
Haverá, ainda, apresentações da orquestra Solibel, coral da Sociedade de Cultura Artística do Crato (SCAC) e da banda municipal.
Também serão apresentados os trabalhos empreendidos na Comarca pelo Judiciário cearense e divulgada a programação de eventos para ocorrer no transcurso do ano do bicentenário (ver relação abaixo).
Atualmente, o Fórum tem seis unidades judiciárias, sendo duas Varas Criminais, duas Cíveis, uma de Família e Sucessões, e um Juizado Especial Cível e Criminal.
HISTÓRIA
De acordo com o livro do escritor Raimundo de Oliveira, a Comarca do Crato foi criada por meio de alvará assinado por Dom João VI, em 27 de junho de 1816. O documento dividiu a jurisdição do Estado em duas: Ceará e Crato. A nova Comarca compreendia as vilas da São João do Príncipe, Campo Maior de Quixeramobim, Icó, Santo Antônio do Jardim e São Vicente das Lavras, que por este alvará sou servido elevar à qualidade de vila.
PROGRAMAÇÃO
1. Reedição do livro que trata da história da Comarca do Crato, com atualização, conforme autorização da família do escritor Raimundo de Oliveira Borges;
2. Emissão de selo comemorativo dos 200 anos de criação da Comarca;
3. Concurso literário nas escolas do município sobre o bicentenário da Comarca;
4. Visita de magistrados às escolas da rede de ensino pública e particular divulgando o Poder Judiciário, o aniversário da Comarca e convocando para o concurso literário;
5. Concurso de cordel sobre o bicentenário da Comarca;
6. Concurso de artesanato para escolher o troféu do bicentenário, a ser entregue a autoridades marcantes na história da Comarca;
7. Concurso de vídeo documentário sobre a Comarca e seus 200 anos, do qual participarão os alunos da escola profissionalizante e outros estudantes do ensino médio da rede de ensino;
8. Realização de missas e outros atos ecumênicos no transcurso do ano do bicentenário;
9. Ação social em comemoração ao bicentenário envolvendo diversas entidades da cidade.

flavio pinto


Edições Anteriores:

Março ( 2015 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31